Em Novo Gama, empresário morre por não entregar celular

Sistema de câmera flagrou a dupla de assassinos que chegou de moto e pediu o celular.

Por não entregar o celular, o empresário Wilson Gonçalves Santos, 52, ex-sub-secretário de Saúde do Novo Gama (GO), morreu nesta terça-feira quando gerenciava uma de suas farmácias localizada na CL 102, em Santa Maria (DF).  

Sistema de câmera flagrou a dupla de assassinos que chegou de moto e pediu o celular. O farmacêutico disse que não daria e levou um tiro no peito.  

A Polícia Civil do Distrito Federal, por meio da 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria), é a unidade que investiga o caso.

(Foto: Reprodução)A Prefeitura de Novo Gama afirma que a vítima era um servidor exemplar e que optou em abandonar o serviço público devido os prejuízos que estaria tendo com as farmácias.

Ao optar pela dedicação integral aos negócios, pediu afastamento da secretaria.

NOTA

A Prefeitura de Novo Gama emitiu nota de pesar na manhã de quarta-feira: 

“É com grande pesar que o Governo Municipal de Novo Gama comunica o falecimento do ex-subsecretário de saúde  Wilson da Farmácia, ocorrido nesta terça-feira(05).

Wilson foi vítima de um assalto em sua farmácia na cidade de Santa Maria-DF e foi levado com vida ao Hospital Regional de Santa Maria- HRSM, mas, infelizmente não sobreviveu.

Estamos de luto pelo homem que foi um exemplo de dedicação ao trabalho e sempre disposto a contribuir para o avanço da saúde em sua gestão. Na oportunidade, prestamos nosso apoio e solidariedade aos familiares e amigos.

Os suspeitos têm boa aparência, usavam óculos escuros de marca e vestiam roupas como camisa polo.”