Em período mais crítico da pandemia, casa noturna reabre em Aparecida

Por ser uma casa noturna, o Real Privê teve o funcionamento suspenso por sete dias pelo último decreto municipal

Foto: Reprodução

A casa noturna Real Privê, localizada na Vila Santa, BR-153, em Aparecida de Goiânia, pegou muita gente de surpresa ao anunciar nesta quarta-feira (3) o retorno das atividades do estabelecimento. Conforme o anúncio em redes sociais, a casa retornará ao “tradicional horário, a partir das 21h” de hoje. Por ser uma casa noturna, o Real Privê teve o funcionamento suspenso por sete dias pelo último decreto municipal, publicado com o objetivo de combater preocupante avanço da covid-19 em Goiás.

Em vigor desde a última segunda-feira (1), os decretos municipais de Goiânia e Aparecida suspendem o funcionamento por uma semana de todos os estabelecimentos cujas atividades são consideradas não essenciais, o que inclui casas noturnas, bares e afins, como meio de evitar aglomerações e conter o crescimento da segunda onda da covid-19 que, segundo autoridades, atingiu seu período mais crítico.

“As atividades não essenciais, econômicas e não econômicas, terão seu funcionamento suspenso por sete dias a partir do dia 1º de março de 2021 no âmbito do Município de Aparecida de Goiânia, como medida obrigatória de enfrentamento de emergência de saúde pública decorrente da pandemia da covid-19”, diz a portaria publicada no dia 27 de fevereiro, sábado.

No propaganda divulgada pelo Real Privê, a casa anuncia que a programação do local está ativa de segunda a sábado. “Voltamos à programação normal”, diz o banner.

Conforme o boletim do dia 2 de março da Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida, o município tem 49.817 casos confirmados de covid-19 e 705 óbitos. Atualmente, Aparecida tem uma taxa de 89% de ocupação de UTIs.

A reportagem do Mais Goiás tentou contato com o Real Privê para um posicionamento, mas não obteve retorno até o fechamento desta matéria. O espaço permanece aberto.

 

Atualização: Após a publicação desta matéria, o Real Privê enviou a seguinte nota:

“Até o momento, o Real Privê está seguindo o Decreto da prefeitura municipal de Aparecida de Goiânia, estamos fechados, para contribuir com esta crise do Covid 19 no momento mais crítico da pandemia,o Real Privê está solidário com o povo goiano. Juntos vamos vencer está pandemia.”