Viúva de homem morto por carro desgovernado na GO-070 não corre risco de morte

Selma da Silva Sousa foi atropelada junto com o marido e outras três pessoas após o veículo invadir o lote em que morava às margens da rodovia, em Goiânia

Selma da Silva Sousa foi atropelada junto com o marido e outras três pessoas após o veículo invadir o lote em que morava às margens da GO-070
Selma da Silva Sousa foi atropelada junto com o marido e outras três pessoas após o veículo invadir o lote em que morava às margens da GO-070 (Foto: reprodução/redes sociais)

A viúva de Cláudio Rosa de Jesus, 48, que morreu após um carro invadir o lote da família que fica às margens da GO-070, no Parque Maracanã, em Goiânia, segue internada no Hospital de Urgências Governador Otávio Lage (Hugol), mas não corre risco de morte. Selma da Silva Sousa estava junto com o marido e mais três pessoas dentro do terreno quando um veículo perdeu o controle invadiu o local, atingindo a todos.

De acordo com o Hugol, Selma “encontra-se com o estado geral regular e respirando espontaneamente.” A mulher foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros. A vizinha dela, identificada como Domingas da Silva Aguiar, também está hospitalizada na unidade de saúde, mas passa bem.

Segundo a Delegacia de Investigações de Crimes de Trânsito (Dict), das cinco pessoas, quatro eram da mesma família. Apesar disso, não há informações sobre o estado de saúde das duas outras vítimas que, possivelmente, foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que também atuou no local. O Mais Goiás tenta obter os respectivos estados de saúde.

Veja imagens feitas no local, após o acidente:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Mais Goiás (@maisgoias)

Acidente

De acordo com a Dict, um homem de 39 anos pilotava um Honda Civic no sentindo Goiânia/Goianira quando, na altura do KM 06, reduziu a velocidade para passar em uma lombada eletrônica instalada no local há uma semana. Nesse momento, o motorista do Chevrolet Monza, de 40 anos, não conseguiu parar, colidiu na traseira do Civic, perdeu o controle da direção, saiu da pista, bateu em uma placa de sinalização e invadiu o lote da família.

As vítimas sofreram diversas lesões corporais e foram levadas ao Hugol. Já Claudio foi prensado pelo veículo entre a parede da residência da família. Ao fazer a retirada dele do local, os bombeiros constataram que ele estava sem vida.

O motorista do Monza também sofreu vários ferimentos e foi encaminhado à unidade hospitalar. Diante do estado de saúde, o homem não tinha condições de ser submetido ao teste do etilômetro. Entretanto, testemunhas alegaram que ele estaria visivelmente embriagado. O Mais Goiás não conseguiu informações sobre o estado de saúde dele.

O motorista do Honda Civic foi submetido do teste do bafômetro cujo o resultado foi negativo para embriaguez. Outras duas pessoas que estavam como passageiros do carro  não sofreram ferimentos.