Estações de rádio usadas na Copa do Mundo de 2014 auxiliam nas buscas por Lázaro

A primeira Estação Rádio Base (ERB) foi cedida no último dia 22 de junho e a segunda seguiu ontem (27) para Goiás

Foto: PMRJ

Com o objetivo de contribuir nas buscas por Lázaro Barbosa, que já duram quase 20 dias, a Polícia Militar do Rio de Janeiro cedeu duas estações de rádio para as equipes que atuam na caçada ao fugitivo em Cocalzinho de Goiás. Os equipamentos, que servirão para facilitar a comunicação, foram comprados para o esquema de segurança da Copa do Mundo de Futebol, em 2014, e das Olimpíadas de 2016 no Rio.

A primeira Estação Rádio Base (ERB) foi cedida no último dia 22 de junho. A segunda seguiu, no sábado (27), para a região de buscas, com a escolta da corporação fluminense.

Os equipamentos possibilitam a conexão entre telefones celulares por meio de uma estação fixa, ajudando em buscas de grande extensão, onde a comunicação entre diferentes equipes é normalmente dificultada.

O transporte das estações, que têm torres de transmissão de 15 metros de altura, ficou a cargo do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro.

As buscas pelo suspeito Lázaro Barbosa já duram 19 dias e envolvem cerca de 270 policiais, helicópteros, drones e cães farejadores. O homem é procurado por matar quatro pessoas da mesma família no Incra 9, em Ceilândia, no dia 9 de junho deste ano, além de uma outra série de crimes, como latrocínio e assassinatos.