“Estado laico, mas que não é ateu”, diz deputado sobre criação de frente católica

Chico KGL propõe grupo para debater pautas que atentem contra a defesa da vida e da família

“Estado laico, mas que não é ateu”, diz deputado sobre criação de frente católica
“Estado laico, mas que não é ateu”, diz deputado sobre criação de frente católica

A Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) pode ter uma frente parlamentar católica política. “Vivemos em um Estado laico, mas que não é ateu”, declarou o propositor dessa formação, deputado estadual Chico KGL (DEM), durante a semana. “Nós, católicos, sentimos a necessidade de participar dessa Casa de Leis.”

Nas redes sociais, o deputado estadual também falou sobre o assunto. “A nossa justificativa, é registrar a inegável importância da Igreja Católica, na participação da formação do povo brasileiro, em todas as áreas da nossa sociedade, destacando as pautas que atentem contra a defesa da vida e da família.”

Em entrevista, Chico explicou que a ideia surgiu após conversa com Dom Washington, arcebispo de Goiânia, que pediu por essa criação. “E nós entendemos que é de interesse de uma grande parte da população. Não podemos ter vergonha de dizer que somos católicos”, expôs.

De acordo com ele, a proposta teve adesão fácil no parlamento. “Em meia hora peguei a assinatura de 22 parlamentares”, relatou. Ele apontou que todos aqueles com quem conversou, assinaram. “Até mesmo grande parte da bancada evangélica. Eles entendem que temos que unir forças.”