Estudante de Crixás passa em 21 faculdades com ritmo intenso de estudos

Bianca Fernandes Pereira estuda 10 horas por dia e quer Medicina

Estudante de Crixás passa em 21 faculdades com ritmo intenso
Estudante de Crixás passa em 21 faculdades com ritmo intenso

Vinte e uma faculdades. Esse foi o saldo da estudante Bianca Fernandes Pereira, de 17 anos, em 2020. A estudante de Crixás não se deu por satisfeita e quer mesmo é tentar o vestibular para Medicina na Universidade de São Paulo (USP) a ser realizado em janeiro de 2021. Para isso, mantêm ritmo intenso de estudo há três anos.

Não foi sorte, é bom repetir. Mas foco, estudo e rede de apoio familiar. Bianca inicia os estudos de manhã com as aulas em um colégio, curso online e atividades escolares. Estrutura seguida ao longo dos anos de Ensino Médio. Na terceira série intensificou o ritmo. Colocou a “todo o vapor”, como diz, e chegou a 10 horas diárias.

Claro que também é preciso de uma estrutura familiar para que estudos fluam de maneira mais agradável possível. “Minha família sempre foi companheira. Meu pai sempre dizia: tudo na base do planejamento. A ideia de colar os resumos na parede foi da minha mãe e madastra. Sempre me ajudaram bastante”, reforça.

Mapas mentais

Os resumos também contribuíram. Bianca faz desenhos, resumos e mapas mentais dos conteúdos, livros e matérias e os cola na parede do quarto. A ideia é que facilitem a memorização. Assim, antes de dormir, ou mesmo quando estiver de passagem, dá uma conferida nos papéis pregados na parede.

Matemática é a maior dificuldade de Bianca, assim os resumos funcionam bem para facilitar na memorização e entrar em contato quase diário com os conteúdos que têm maior probabilidade de serem cobradas nas provas. “É preciso que o estudante foque no que cai mais nas provas. Além dos livros literários”, recomenda.