FolhaPress

Etanol sobe 62% e café avança 50%: Confira as maiores altas da inflação em 2021

Números fazem parte do IPCA, que teve variação de 10,06% no ano

Etanol sobe 62% e café avança 50%: Confira as maiores altas da inflação em 2021
Etanol sobe 62% e café avança 50%: Confira as maiores altas da inflação em 2021 - (Foto: Agência Brasil)

Preços de produtos diversos dispararam em 2021, mostram dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o indicador oficial de inflação no Brasil. O etanol foi o item que acumulou a maior variação: 62,23%. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), responsável pela divulgação dos dados nesta terça-feira (11), a disparada do combustível está relacionada às condições da safra da cana-de-açúcar, com plantações que foram prejudicadas pela seca, que reduziu a oferta e pressionou os preços.

O café moído foi o segundo item do IPCA que mais subiu no ano passado. A variação chegou a 50,24%. Choques climáticos também ajudam a explicar a disparada do café, já que a falta de chuvas e as geadas castigaram plantações em estados como Minas Gerais, destaque nessa atividade.

Em termos gerais, o IPCA subiu 10,06% em 2021. A alta é a maior para o período de janeiro a dezembro desde 2015 (10,67%). Conforme a metodologia do índice, nem sempre os produtos e serviços com as maiores variações de preços representam as principais influências sobre o resultado.

Prova disso é que o IPCA de 2021 foi pressionado especialmente pela gasolina. No ano passado, o combustível subiu 47,49%, gerando impacto de 2,34 pontos percentuais sobre o índice geral, o principal da pesquisa. Isso ocorreu porque a gasolina tem um peso maior na cesta de produtos e serviços analisados pelo IBGE.

Confira as maiores variações do IPCA em 2021

– Etanol : 62,23

– Café moído: 50,24

– Mandioca (aipim): 48,08

– Açúcar refinado: 47,87

– Gasolina: 47,49

– Óleo diesel: 46,04

– Pimentão: 39,16

– Gás veicular: 38,72

– Açúcar cristal: 37,55

– Mudança: 37,09

– Gás de botijão: 36,99

– Mamão: 36,01

– Revista: 35,68

– Transporte por aplicativo: 33,75

– Fubá de milho: 32,82