Ex-dirigentes do PSDB Goiás apoiam Eduardo Leite como candidato à presidência em 2022

Apoio foi declarado em carta assinada por seis ex-dirigentes da sigla em Goiás

Eduardo Leite sentado e com os braços cruzado em forma de oração
Ex-dirigentes do PSDB de Goiás declaram apoio a Eduardo Leite(Foto: Jucimar de Sousa/ Mais Goiás)

Seis ex-dirigentes do PSDB Goiás publicaram carta aberta em apoio à candidatura de Eduardo Leite à presidência da República em 2022. No documento, lideranças tucanas dizem que o governador do Rio Grande do Sul representa equilíbrio, reconcialiação nacional, harmonia e “política que integre a inclusão social e o desenvolvimento econômico”.

Assinaram o documento, o ex-governador José Eliton, o ex-deputado federal Giuseppe Vecci, o ex-presidente do partido, Jonathas Silva, bem como Júlio César Costar e Eurípedes Jerônimo, ambos ex-presidentes do Diretório Metropolitano. Rodrigo Rizzo, que comanda o PSDB Jovem em Goiás, também assinou a carta.

“[Eduardo Leite] se apresenta no caminho proposto pelo PSDB. Se apresenta como um jovem sopro de esperança de
uma política que resgate os ideais da social-democracia, buscando o desenvolvimento, o bem comum e a harmonia social”, diz a carta aberta.

O documento foi enviado para o presidente nacional do partido, Bruno Araújo.

Marconi Perillo diz que não há apoio oficial

O presidente interino do PSDB Goiás, ex-governador Marconi Perillo, divulgou nota pública em que informa que o dirtório estadual não tomou qualquer apoio oficial a qualquer candidatura até agora.

“Opinião pessoal de membros do PSDB certamente é democrática e será respeitada por todos, mas jamais podemos concordar que a notícia seja veiculada sem que corresponda à verdade e sem que tenham havido qualquer deliberação partidária”, diz a nota.

Prévias do PSDB

O PSDB nacional realiza prévias em que pré-candidatos percorrem o país em busca de apoio de correlegionários para a candidatura à presidência em 2022. Eduardo Leite, João Dória e Arthur Virgílio já passaram por Goiânia e apresentaram suas propostas para membros do partido.

Tasso Jereissati retirou a candidatura na semana passada em apoio a Eduardo Leite.