Ex-presidente da Agetul presta esclarecimentos a vereadores

O presidente da CEI que investiga contas da prefeitura, Zander Fábio (PEN), é um dos denunciados pelo MPGO na Operação Multigrana

O ex-presidente da Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer de Goiânia (Agetul) Dário de Paiva foi ouvido nesta segunda-feira (28) durante reunião da Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Câmara Municipal de Goiânia que investiga as contas da Prefeitura no período 2008-2016.

A vereadora Priscilla Tejota (PSD), vice-presidente da comissão, presidiu a reunião. De acordo com a parlamentar, Paiva respondeu todas as perguntas do vereador, sendo a maioria relacionada à operação Multigrana do Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), que apontou desvio de pelo menos R$ 2 milhões de reais dos parques Mutirama e Zoológico. Parte do esquema teria funcionando durante a gestão de Paiva.

“O ex-presidente da Agetul desqualificou o trabalho realizado pelo Ministério Público, afirmando que a instituição não tem provas da denúncia. Ele também disse que vai se defender na Justiça”, explicou a Priscilla.

O presidente da CEI, vereador Zander Fábio (PEN), é um dos denunciados do MPGO na Operação Multigrana. Ele não compareceu à reunião da comissão, mas informou, por meio de sua chefe de gabinete, que vai prestar esclarecimentos sobre o caso amanhã (29) no plenário da Câmara.

O advogado de Zander e de Paiva, Tito Amaral, esteve na reunião nesta tarde e disse que o presidente da CEI deseja se apresentar voluntariamente à comissão para prestar esclarecimentos sobre a denúncia feita pelo MPGO.