Família de anapolino morto na Bahia organiza carreata para pedir justiça nesta sexta (24)

Segundo a Polícia Civil (PC), a esposa do anapolino, Kelly Aureliano, influencer digital de 36 anos, é a principal suspeita do crime

João Victor nasceu em Anápolis (GO) e morava em Luis Eduardo Magalhães (BA) | Foto: Reprodução
João Victor nasceu em Anápolis (GO) e morava em Luis Eduardo Magalhães (BA) | Foto: Reprodução

A família do anapolino João Victor Lopes de Souza, de 29 anos, que foi morto a facadas em abril deste ano, em Luís Eduardo Magalhães (BA), organiza uma carreata para pedir justiça.

Segundo a Polícia Civil (PC), a esposa do anapolino, Kelly Aureliano, influencer digital de 36 anos, é a principal suspeita do crime.

“A dor de perder um filho é permanente!”, relata a mãe de João Victor, Synara Machado. Segundo Synara, a mãe dos netos dela agiu friamente ao matar João Victor e não em legítima defesa como alega a defesa da suspeita.

Kelly nunca registrou nenhum boletim de ocorrências contra João Victor e isso é o principal questionamento da mãe quanto à alegação de legítima defesa.

A carreata sairá da porta do estádio Jonas Duarte, em Anápolis, às 16h e tem como destino final o fórum de Anápolis. Pela manhã em Luís Eduardo, o pai de João Victor também organiza uma carreata para pedir agilidade das autoridades em julgar o caso.