Filho de pastora agredida até a morte em Goiânia, cantor Delino Marçal se emociona em enterro. “Inspirava”

"Tinha uma palavra amiga e um ombro amigo para a gente chorar"

Filho de pastora agredida até a morte em Goiânia, cantor Delino Marçal se emociona em enterro.
Filho de pastora agredida até a morte em Goiânia, cantor Delino Marçal se emociona em enterro. "Inspirava" (Foto: Arquivo Pessoal)

O filho da pastora Odete Rosalina da Costa, de 79 anos, o cantor Delino Marçal se emocionou no enterro da mãe. Ela foi vítima de um homem de 22 anos, que a espancou até a morte na igreja onde era líder, no Residencial Kátia, em Goiânia.

Segundo informações do G1, Marçal afirmou durante o enterro, neste sábado (15), no Cemitério Jardim das Palmeiras, que, além de incentivadora, a mãe era uma pessoa que o inspirava. “Quando eu compartilhava uma coisa ruim, ela tinha sempre um pensamento positivo. Tinha uma palavra amiga e um ombro amigo para a gente chorar.”

O enterro ocorreu na manhã deste sábado.

Morte da pastora

De acordo com o delegado André Veloso, a pastora foi assassinada após ser agredida na igreja Assembleia de Deus que liderava no Residencial Kátia, na última sexta-feira (14). A Polícia Civil apurou que o suspeito invadiu o templo e começou uma briga com um homem.

Depois, ele agrediu a idosa com um objeto de metal e fugiu. Ele foi preso em flagrante. O nome do suspeito não foi divulgado. Ele estava nu.

Ainda segundo o delegado, antes de atacar pastora, o suspeito tentou matar a esposa e uma enteada. “Ele acordou por volta das 2h30, surtado. Tentou matar a esposa e a filha da esposa, que é de um relacionamento anterior. Possivelmente ele fez um uso prolongado de drogas durante a noite. Ele ficou procurando facas, mas o tio da esposa as salvou, pois conseguiu tirar o autor do lote”, disse o delegado.

LEIA MAIS: 

Homem nu tentou matar esposa e enteada antes de atacar pastora em igreja, afirma delegado

Jovem que matou pastora em igreja passará por audiência de custódia neste sábado (15)

Homem nu invade igreja e mata pastora com golpes de barra de ferro em Goiânia

Preso suspeito de atacar e matar pastora com barra de ferro dentro de igreja, em Goiânia