“Foi Deus”, diz pai que salvou bebê segundos antes de acidente no Pará; vídeo

Homem tirou filho de cima de moto que foi acertada e arrastada por um carro em alta velocidade

pai salvou bebê Homem tirou filho de cima de moto que foi arrastada por um carro.
(Foto: Reprodução Youtube)

Desde o último sábado (30), vem repercutindo nas redes sociais o vídeo em que Murilo Pereira, 32 anos, aparece salvando o filho Murilo Ravi, de 1 ano e 3 meses. A criança foi salva segundos antes da moto em que estava ser atingida e arrastada por um carro em alta velocidade em São Félix do Xingu, no Pará.

“Só tenho a agradecer demais a Deus pelo fato do meu filho está bem e eu também. A moto a gente trabalha e compra outra”, diz Murilo Pereira.

“Foi Deus com certeza. Não tem explicação!”, desabafa Stefhane Macedo, 27, mãe da criança, único filho do casal.

“A gente nunca imagina que uma coisa dessas possa acontecer. Foi tudo tão rápido que só escutei o barulho e fiquei sem ação. Só me dei conta da gravidade quando vi o vídeo”, continua a mãe.

“Eu só escutei quando o pneu do carro ‘cantou’ na curva. Virei para ver o que era e só deu tempo de puxar o meu filho. Senti o vento do carro levando a moto. Na hora eu tive aquela intuição de puxar o menino. Meu negócio era salvar o nenê. Mas quando consegui, me deu raiva do cabra”, relata Murilo.

O paraense disse que o filho não percebeu o que estava acontecendo e não chegou a chorar.

Sinais de embriaguez

Segundo Murilo Pereira, a moto, que teve perda total, foi arrastada por seis metros e só parou no muro de um laboratório, que foi destruído. “O cara parou alguns metros depois e tinha sinais de embriaguez”, disse. Não houve exame no local para comprovar se o homem estava alcoolizado.

“Eu fui até ele e xinguei dizendo que poderia ter matado eu e meu filho. O ‘cabra’ estava mais pra lá do que pra cá. Algumas pessoas contaram que ele já tinha batido em uma moto que estava parada em outra rua”, acrescentou o paraense ao UOL.

Inicialmente, o pai do menino não registrou ocorrência policial. Segundo Murilo, um representante do motorista do carro o procurou oferecendo dinheiro e um lote de terras. “O cara leva a minha moto, que eu uso para trabalhar, e quer me dar um lote”, reclamou.

A Polícia Civil está investigando o caso. O condutor do carro foi intimado a prestar esclarecimentos.

+Leia mais: Homem salva bebê que caiu de janela no quinto andar de prédio na China

*Com informações do UOL