Goiânia inicia vacinação de crianças de 3 a 4 anos contra Covid

Neste primeiro momento, prefeitura atende somente crianças imunossuprimidas dessa faixa etária

Goiânia inicia vacinação de crianças de 3 a 4 anos contra Covid
Goiânia inicia vacinação de crianças de 3 a 4 anos contra Covid (Foto: SecomAparecida)

A prefeitura de Goiânia iniciou nesta quarta-feira (20) a vacinação de crianças de 3 a 4 anos contra a Covid-19. No último dia 15 de julho, o Ministério da Saúde orientou Estados e municípios a usarem as doses em estoque para este grupo e disse, ainda, que negocia a compra de mais unidades.

Já a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o uso emergencial da vacina em 13 de julho. Por isso o Ministério informou: “Tendo em vista a decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e, ouvida a Câmara Técnica de Assessoramento em Imunização da Covid-19 (CTAI), o Ministério da Saúde orienta os entes federativos a ampliar o uso da vacina Covid-19/Coronavac para faixa etária de 3 a 5 anos de idade.”

Goiânia, neste primeiro momento, ofertará o imunizante somente às crianças imunossuprimidas dessa faixa etária, com o preenchimento de autodeclaração disponível no ImunizaGyn. Para imunizar todos dessa faixa de idade, a gestão aguarda mais doses da coronavac. O público total estimado de 3 a 4 anos na capital é de 38.665 crianças, sendo 19.304 com 3 anos e 19.381 com 04 anos.

Ao todo, são 71 salas de vacinas em todos os sete distritos sanitários de Saúde da cidade, com horário de funcionamento das 8h às 17h. Vale citar, o esquema vacinal será com duas doses com intervalo de 28 dias. Os responsáveis devem apresentar o Cartão de Vacinação da criança, um documento, o comprovante de endereço, e a autodeclaração para crianças imunossuprimidas para efetivar a imunização. Pais que não puderem levar os filhos devem preencher autorização os acompanhantes por meio de documento disponível no site da prefeitura.

A prefeitura, desde o anúncio, aguardava a nota técnica do Ministério da Saúde para iniciar a vacinação. O documento chegou ao município ainda na terça-feira (19).