Goiano morre intoxicado por vazamento de gás nos EUA e família pede ajuda para translado

Valor estimado para realizar traslado do corpo é de R$ 50 mil

Goiano morre intoxicado por vazamento de gás nos EUA e família pede ajuda para translado (Foto: Reprodução - Redes Sociais)

O goiano João César Marins, de 48 anos, morreu intoxicado por um vazamento de gás do aquecedor do apartamento onde morava, em Marlborough, nos Estados Unidos. A morte foi acidental e aconteceu no último sábado (23). Agora, a família do homem pede ajuda para conseguir R$ 50 mil para trazer o corpo da vítima e viabilizar velório e enterro em Itapuranga, no noroeste de Goiás.

Sobrinho de João César, o engenheiro civil Gerônimo Moreira Júnior, disse que o tio morava nos EUA há mais de dez anos e trabalhava como coordenador de obras e reformas de jardins. De acordo com o sobrinho, desde que soube do acidente, a família tem lidado com muita buracracia e tenta organizar uma forma de se despedir de João.

O valor estimado para realizar o traslado do corpo de João César é de R$ 50 mil (Foto: Reprodução - Redes Sociais)

O valor estimado para realizar o traslado do corpo de João César é de R$ 50 mil (Foto: Reprodução – Redes Sociais)

“Sempre foi um cara alegre, risonho, sonhador. Acho que depois de uma tragédia dessa que aconteceu com ele, o que resta para a nossa familia é lembrar de como ele sempre viveu, como sempre gostou da vida, de estar rodeado de quem ele amava”, contou em entrevista ao G1.

O valor estimado para realizar o traslado do corpo é de R$ 50 mil. Por se tratar de um valor muito alto, a família organizou uma vaquinha na internet, com o intuito de tentar arrecadar a quantia. Até a tarde desta quarta-feira (27), a família já havia arrecadado 13,175 dólares. (Veja aqui)

A família já entrou em contato com a Assessoria de Assuntos Internacionais de Goiás, que informou à imprensa que aguarda envio de algumas informações para saber como pode ajudar.