Goiás Pesquisas/Mais Goiás: Sem Marconi ao Senado, Wilder cresce 7,67% para 13,03%

Ex-senador foi o que mais cresceu com a saída do ex-governador

Goiás Pesquisas/Mais Goiás: Sem Marconi ao Senado, Wilder cresce 7,67% para 13,03%
Goiás Pesquisas/Mais Goiás: Sem Marconi ao Senado, Wilder cresce 7,67% para 13,03% (Foto: Agência Senado)

O ex-senador Wilder Morais (PL) foi quem mais cresceu com o recuo do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) ao Senado. A informação consta na segunda rodada do levantamento Goiás Pesquisas/Mais Goiás.

Na primeira rodada, Wilder tinha 7,67% das intenções de voto. Com a saída do tucano, foi a 13,03%. O líder, delegado Waldir Soares (União Brasil) manteve o mesmo patamar de 20,34%.  O petista Vanderlei Azevedo, incluído pela primeira vez no levantamento, aparece com 8,65%. Ele é seguido por Alexandre Baldy (PP), que tinha 7,31% e chegou a 8,16%.

Vale lembrar, o ex-governador Marconi Perillo liderava na primeira rodada da Goiás Pesquisas/Mais Goiás. O tucano, contudo, anunciou a pré-candidatura ao governo do Estado no último dia 16 de julho.

Outros pré-candidatos pontuaram da seguinte forma: João Campos (Republicanos), 4,99%; Lissauer Vieira (PSD), 4,87%; Leonardo Rizzo (Novo), 4,51%; Luiz do Carmo (PSC), 2,8%; e Eduardo Rodovalho (Pros), 1,34%. Brancos e nulos somaram 15,1%. Outros 16,2% não souberam responder.

Metodologia

A Goiás Pesquisas ouviu 821 eleitores com 16 anos ou mais no Estado. Deste montante, 47,4% forma do sexo masculino e 52,86% feminino. Em relação a escolaridade, 36,05% disseram ter até o ensino fundamental; 43,48% ensino médio completo ou incompleto e 20,46% ensino superior completo ou incompleto.

Ela foi realizada de 19 a 20 de julho “através de entrevistas telefônicas por meio de ligações automatizadas para telefones fixos e celulares (sistema URA – Unidade de Resposta Audível – reversa), com base em questionário estruturado”.

A margem de erro é de 3,42 pontos percentuais para mais ou para menos. O intervalo de confiança estimado é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob os números BR-08126/2022 GO-00832/2022.