Goiás tem final de semana com volume de chuvas acima da média

Niquelândia, Goiânia, Catalão e Porangatu são exemplos de cidades que registram grandes volumes de chuvas

O estado de Goiás deve registrar pancadas de chuvas isoladas no próximo final de semana decorrente do avanço de uma frente fria (Foto: Jucimar de Sousa)
O estado de Goiás deve registrar pancadas de chuvas isoladas no próximo final de semana decorrente do avanço de uma frente fria (Foto: Jucimar de Sousa)

Goiás registrou um final de semana com chuvas acima da média, segundo informações do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo). Em Goiânia, por exemplo, choveu 54 milímetros nos últimos três dias. No entanto, a maior volume pluvial detectado neste fim de semana caiu em Niquelândia, onde choveu 121 milímetros entre sábado (6) e domingo (7), quantidade esperada para cinco dias.

Catalão e Porangatu, também foram afetadas por temporais. A primeira cidade registrou 105 milímetros e a segunda, 87mm, no mesmo período.

André Amorim, gerente do Cimehgo, já havia adiantado ao Mais Goiás que o estado receberia chuvas expressivas em todas as regiões. A explicação é um corredor de umidade que se formou sobre a região Centro-Oeste brasileiro que trouxe muita chuva para várias localidades de Goiás.

Previsão para semana

André revela que esta nova semana terá variação entre sol e nebulosidade. Pancadas de chuva isoladas também são aguardadas durante esses sete dias. A região Norte de Goiás continua registrando grandes volumes de chuva e a previsão é que seja onde caia mais água nesta segunda-feira (8). Volume esperado é de 40mm.

As regiões Oeste, Leste e Centro podem ter chuvas somadas de 30 milímetros e as regiões Sul e Sudoeste podem ter 15mm de chuva no período. A previsão, para todas as regiões, é de que as precipitações ocorram ao entardecer.

“Nessa semana ainda podem cair chuvas volumosas, mas a previsão é que caiam de maneira mais isoladas. Essa é uma característica do Verão. Apesar das temperaturas não registraram maiores quedas, pelo fato desse corredor barrar a massa polar, as chuvas ainda estarão presentes nos próximos dias, mas nada de frio”, ressalta.