Goiás tem mais de 90 casos da variante ômicron, confirma SES

Até a manhã desta quarta-feira (19), 92 casos foram detectados em todo o território goiano

O Estado de Goiás já registrou mais de 90 casos de contaminação pela variante ômicron da Covid-19, segundo a SES. (Foto: Claudivino Antunes -SecomAparecida)
O Estado de Goiás já registrou mais de 90 casos de contaminação pela variante ômicron da Covid-19, segundo a SES. (Foto: Claudivino Antunes -SecomAparecida)

O Estado de Goiás já registrou mais de 90 casos de contaminação pela variante ômicron da Covid-19. Segundo dados da Secretaria da Saúde (SES-GO), até a manhã desta quarta-feira (19), 92 casos foram detectados em todo o território goiano. Até agora, um óbito foi causado pela variante, em Aparecida, no final de dezembro de 2021.

Conforme nota enviada ao Mais Goiás, a variante foi identificada em vários municípios. A pasta estadual, no entanto, não soube informar as cidades, já que ainda investiga sobre o vínculo epidemiológico das notificações.

Ainda de acordo com a SES, dos 3.892 sequenciamentos genômicos para variantes de preocupação do coronavírus (VOC) realizados no estado, 2,36% (92 casos) são da ômicron.

Evolução de casos da variante ômicron em Goiás

As duas primeiras confirmações da ômicron em Goiás ocorreram no dia 12 de dezembro de 2021. À época, a variante foi detectada em duas mulheres residentes em Aparecida de Goiânia, que tiveram contato com um casal de missionários da Angola.

Um dia depois, a SES passou a monitorar 15 pessoas que viajaram para países com foco da variante.

No dia 30 de dezembro de 2021, o total de confirmações chegou a 38. Vinte dias depois esse número saltou para 92.

Até o momento, um óbito foi provocado pela Ômicron no município de Aparecida de Goiânia. Trata-se de uma pessoa do sexo masculino, de 68 anos, residente de Instituição de Longa Permanência para Idosos e que vivia com algumas comorbidades. Segundo a SES, a morte ocorreu em 27 de dezembro e foi devidamente notificada.