Goiás vira em duelo contra o Criciúma

Alviverde não perde há seis rodadas e está em 10º na tabela de classificação, com 21 pontos somados nas 15 rodadas já realizadas

De virada e dentro de casa, o Goiás venceu o Criciúma nesta sexta-feira (13) e terminou mais uma rodada com a vitória. Na partida válida pela 15° rodada da Série B do Brasileirão, o time catarinense saiu na frente, após Vitor Feijão balançar as redes no Estádio Olímpico. A reação do mandante veio ainda no primeiro tempo, com gol de Giovanni. Já na etapa final, Michael ampliou o placar e determinou o resultado do confronto, acumulando a terceira vitória consecutiva do Verdão.

A última vez em que o alviverde sentiu o gosto amargo da derrota foi na 9° rodada, quando perdeu para a Ponte Preta por 2 a 1. Desde então foram 5 vitórias e 1 empate. O Olímpico tem sido um aliado. Nas quatro partidas jogadas no local, o placar foi favorável à equipe goiana. Os bons resultados refletem na tabela. Com mais essa vitória, o alviverde assumiu a 10ª posição e soma 21 pontos, ficando cada vez mais próximo do pelotão da frente.

Do outro lado, a sequência de recuperação em que vinha o Tigre catarinense foi interrompida. Sem nenhum ponto conquistado nessa rodada, o Criciúma não conseguiu sair da temida zona de rebaixamento. A equipe é o vice-lanterna da competição, com 13 pontos conquistados. As duas equipes voltam a campo na próxima sexta-feira (20). O Criciúma joga em casa contra o Londrina, às 19h15, no Estádio Heriberto Hulse. Já o Goiás vai a São Luiz, no Maranhão, para o duelo contra o Sampaio Corrêa, às 20h30, no Castelão.

O JOGO

Ainda na primeira etapa do confronto, o visitante conseguiu neutralizar o esmeraldino, e assumir o domínio do jogo. Aos cinco minutos, em cobrança de escanteio, Liel foi mais alto que todo mundo, mas não teve precisão no cabeceio mandando a bola pra cima do gol. Os catarinenses continuaram a procura do gol. Aos 8 minutos, Vitor Feijão deu continuidade em lance mesmo com impedimento assinalado, o que resultou em cartão amarelo para o jogador, tirando-o da próxima partida.

O Criciúma manteve a posse de bola, criando mais volume de jogo, mas sem conseguir finalizar a gol. Até que, aos 28 minutos, Sueliton pela direita, cruzou para Vitor Feijão que mandou para o gol. O chute foi defendido pelo goleiro Marcos, porém, no rebote, Feijão conseguiu balançar as redes, colocando o Tigre na frente. Mas a alegria dos visitantes não durou muito tempo.

Com o gol adversário, o esmeraldino despertou para o jogo e foi em busca do empate, que veio pelos pés de Giovanni, aos 33 minutos da etapa inicial. O lance que deixou tudo igual começou com Michael, que recuperou uma bola na saída lateral. A defesa do Criciúma não conseguiu afastar e Giovanni aproveitou a sobra para chutar de fora da área e empatar o jogo. Foi com o placar em 1 a 1 que o primeiro tempo foi encerrado.

Na volta para o segundo tempo, Mazola Junior precisou modificar o time. Sueliton sentiu a coxa e Ralph entrou para substituir o lateral-direito machucado. O Criciúma voltou ainda com vantagem na posse de bola, o que não durou muito, já que, quem acertou o gol foi o alviverde. Michael, aos 17 minutos, ficou cara a cara com o Luiz, e colocou entre as pernas do goleiro deixando a bola no fundo das redes e o Goiás a frente no placar.

Com a virada, os visitantes foram em busca do prejuízo. Alex Maranhão chutou para o gol do Goiás, mas a bola parou nas mãos de Marcos. O esforço pelo empate abriu espaço para contra-ataques do Goiás. Lucão levou perigo ao gol de Luiz, que defendeu impedindo mais um gol alviverde. O Verdão assumiu o domínio do jogo e manteve o resultado até o fim da partida, faturando mais três pontos no Olímpico.

FICHA TÉCNICA

Goiás 2 x 1 Criciúma

GOIÁS: Marcos; Alex Silva, David, Vitor Ramos e Ernandes; Gilberto Júnior, Giovanni e Renato Cajá (João Afonso); Michael (Felipe Garcia), Lucão e Felipe Gedoz (Maranhão). Técnico: Ney Franco.

CRICIÚMA: Luiz; Sueliton (Ralph), Nino, Fábio Ferreira e Artur; Liel, Eduardo, Marlon Freitas, Luiz Fernando (Kalil) e Elvis (Alex Maranhão); Vitor Feijão. Técnico: Mazola Júnior.

LOCAL: Estádio Olímpico (GO). ÁRBITROWanderson Alves de Souza (MG). ASSISTENTES: Ricardo Junio de Souza (MG); Magno Arantes Lira (MG). PÚBLICO: 9.973 presentes.

GOLS: Vitor Feijão, aos 28, e Giovanni, aos 33 minutos do 1° tempo. Michael, aos 17 minutos do 2° tempo.