Governo coloca professores na lista de prioridades para vacinação em Goiás

Secretaria de Saúde admite reservar porcentagem de doses para categoria após imunizar segurança pública

Com 70% dos adultos vacinados, estado de Nova York levanta últimas restrições contra a Covid
Com 70% dos adultos vacinados, estado de Nova York levanta últimas restrições contra a Covid (Foto: Jucimar de Sousa/Mais Goiás)

Os profissionais da Educação devem fazer parte do próximo grupo de prioridade da vacinação contra a Covid-19 em Goiás. Segundo informações da Secretaria da Saúde (SES-GO), a pasta pode reservar uma porcentagem das doses para os professores assim que houver a conclusão da imunização das forças de segurança pública e salvamento do estado.

Em nota enviada ao Mais Goiás, a pasta disse que o próprio governador Ronaldo Caiado (DEM) já mencionou a priorização de certos grupos nas próximas etapas de vacinação. “No caso dos professores, por exemplo, ao terminar a força-tarefa das forças de segurança e salvamento, a SES-GO acredita já ter condições de votar uma proporcionalidade de doses para este público”, diz trecho.

Atualmente, 5% das doses enviadas para Goiás são destinadas às forças de segurança.

De acordo com o texto, o Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, determinou a priorização dos trabalhadores da educação no processo de imunização. Apesar disso, a pasta ressalta que tais profissionais ainda não foram contemplados para receberem as doses na etapa que está em andamento.

“Dessa forma, com o recebimento de mais imunizantes, o Estado de Goiás avançará, gradativamente, na imunização dos públicos definidos pelo governo federal”, conclui a nota.

Vale ressaltar que, em janeiro de 2021, 8% das escolas públicas retomaram as aulas presenciais em Goiás. Em fevereiro, esse percentual subiu para 15%. Com a piora na situação epidemiológica, os encontros presenciais foram novamente suspensos. As escolas privadas, por sua vez, permanecem com as atividades presenciais, mas com redução do número de alunos e obedecendo a protocolos sanitários.