Governo sanciona sistema de incentivo ao artesanato em Goiás

Vinculado à Secretaria da Retomada, programa vai concentrar ações de estímulo ao comércio, apoio estratégico, valorização e qualificação profissional

O objetivo central da iniciativa é o reposicionamento estratégico do setor de artesanato na economia goiana por meio de estímulos ao potencial diversificado próprio do segmento. (Foto: divulgação/ Governo de Goiás)

O Sistema do Artesanato de Goiás (SAG) foi sancionado pelo governador Ronaldo Caiado nesta quarta-feira (31). Conforme expõe publicação do Diário Oficial do Estado (DOE), ficou instituído ainda o Conselho do Artesanato de Goiás (ConartGO) e a criação do Selo do Artesanato de Goiás, vinculados à Secretaria de Estado da Retomada. A matéria foi aprovada em segunda e última votação pela Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) no último dia 18.

O objetivo central da iniciativa é o reposicionamento estratégico do setor de artesanato na economia goiana por meio de estímulos ao potencial diversificado próprio do segmento. Dessa forma, o Governo de Goiás irá desenvolver  políticas públicas coordenadas e aos profissionais de artesanato do Estado.

O programa será desenvolvido pela Secretaria da Retomada e atuará  na implantação e consolidação de canais públicos que facilitem a comercialização dos artesanatos goianos ao prestar apoio estratégico e permanente aos artesãos, principalmente por meio de ações de qualificação profissional.  

A coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado, destacou a relevância do projeto  como instrumento de preservação da cultura local.

“O que queremos é exatamente potencializar o que há de melhor na nossa cultura e tradições, valorizando nossa história. Goiás é um Estado rico e que tem muito a mostrar para o Brasil e o mundo”, disse Gracinha.