FolhaPress

Guedes pretende baixar tarifas de importação mesmo com obstáculos no Mercosul

A redução seria de 10%, e linear, para todos os setores

STF arquiva pedido de investigação contra ministros sobre offshores
STF arquiva pedido de investigação contra ministros sobre offshores (Foto: Reprodução - Agência Brasil)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, já acionou a assessoria jurídica do Ministério da Economia para estudar como baixar as tarifas de importação. Ele tem um obstáculo pela frente: o Mercosul, cujos países integrantes precisam concordar, de forma unânime, com a medida.

SOB PRESSÃO

Guedes intensificou nos últimos dias a pressão sobre a Argentina, que tem exercido poder de veto para a redução. O ministro pretende encontrar uma fórmula jurídica que permita a baixa mesmo com o país vizinho votando contra ela.

LINHA RETA

A redução seria de 10%, e linear, para todos os setores.

LINHA RETA 2

O ministro tem repetido que uma maior abertura do país é necessária para o controle da inflação. As outras medidas, afirma ele, já foram tomadas: o controle fiscal do governo, contraindo gastos. E a independência do Banco Central, que hoje está mais livre para executar a política monetária, aumentando juros e freando uma explosão de preços na economia.

RECORDE

A inflação do governo de Jair Bolsonaro é uma das maiores das últimas décadas: 10% no acumulado de 12 meses.