Gustavo Mendanha e Daniel Vilela trocam apertos de mão durante evento em Aparecida (GO)

Ex-prefeito rompeu com MDB por não concordar com aliança do partido com governador Ronaldo Caiado

Gustavo Mendanha e Daniel Vilela participam de comemorações do centenário de Aparecida (GO) (Foto: Folha Z - Instagram - Reprodução)

O pré-candidato a governador, Gustavo Mendanha (Patriota), e o pré-candidato a vice-governador, Daniel Vilela (MDB), encontraram-se brevemente durante festividades dos 100 anos de Aparecida de Goiânia, nesta quarta-feira (11), na região central da cidade.

Ambos estavam no local reservado para autoridades. Daniel cumprimentou o deputado federal João Campos (Republicanos) e, logo depois, Gustavo Mendanha, que estendeu a mão rapidamente para o ex-aliado e voltou a falar no telefone.

Daniel ainda cumprimentou o ex-prefeito durante o final do desfile cívico, mas não chegaram a conversar.

Em outubro do ano passado, ambos se encontraram pela primeira após rompimento. Na ocasião apenas se cumprimentaram.

Mendanha rompeu com o MDB por não concordar com a aliança do partido com o governador Ronaldo Caiado (União Brasil). Ele queria uma candidatura própria da sigla. No entanto, Daniel Vilela apresentou documento com aval de 146 diretórios municipais.

Candidatura

O ex-prefeito de Aparecida de Goiânia pediu desfiliação do MDB em setembro do ano passado. Desde então, busca viabilizar sua candidatura ao governo do Estado.

Para isso, chegou a flertar com o PL, mas acabou sendo escanteado por articulação do deputado federal Major Vitor (PL) diretamente com o presidente Jair Bolsonaro. Assim, se filiou ao Patriota e busca montar uma chapa competitiva para outubro.

Daniel Vilela é pré-candidato a vice-governador na chapa de Caiado.