Homem agride esposa grávida e com a filha no colo, em SP: vídeo

"Ele falou que queria que a criança que estava na minha barriga estivesse morta", disse a vítima

Câmera mostra mulher grávida sendo agredida pelo marido em Araraquara (Foto: Reprodução Youtube)

Câmeras de segurança filmaram um homem agredindo a esposa grávida enquanto a vítima segurava no colo a filha do casal, de 2 anos. As agressões aconteceram no dia 19 de setembro em Araraquara, interior de São Paulo. (Assista o vídeo abaixo!)

A vítima registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Defesa da Mulher do município, que concedeu uma medida protetiva de urgência. O vídeo foi divulgado pela Polícia Civil, que investiga o caso.

Na gravação é possível ver o homem de 39 anos brigando com a esposa, de 40, na loja de conveniência que pertence ao casal. Na época, a mulher estava na 8ª semana de gravidez.

O homem agride a mulher, que revida com um chute. Depois ele dá um tapa na esposa, que acaba caindo com a filha no colo. O agressor se afasta, mas volta em seguida. Mesmo com a vítima ainda não chão, as agressões continuam.

Um funcionário da loja de conveniência se aproxima e fala com o indivíduo, que para de agredir a mulher. Ele ainda quebra o farol do carro.

Assista o vídeo:

“Ele me xingou de vagabunda, biscate, sem vergonha, falou que eu merecia apanhar, que queria que a criança que estivesse dentro da minha barriga estivesse morta”, disse a vítima à EPTV, afiliada da TV Globo.

O inquérito policial que deu origem à medida protetiva segue em trâmite. Segundo a polícia, caso haja elementos suficientes, será feito o pedido de prisão preventiva do agressor.

Homem agride esposa e manda vídeo da mulher amarrada aos pais dela, em Rio Verde

Um homem foi preso em Rio Verde suspeito de agredir e enviar um vídeo da companheira amarrada para os familiares dela. “Fala para ele vir buscar a filha dele aqui. Mandar reportagem, mandar tudo. Vamos descobrir se ele é pai dela mesmo. Passar fome não vai, não. Estou falando sério. Vem buscar”, é possível ouvir na gravação que circula pelas redes sociais. Continue lendo…