Homem morre após ser atingido por caminhonete em alta velocidade, em Anápolis

O condutor do veículo estava alcoolizado e foi preso em flagrante, mas foi liberado em seguida após pagar fiança

Um homem identificado como Marlon Régis Santana de Souza, de 43 anos, morreu, na noite deste domingo (24), após ser atropelado por uma caminhonete em alta velocidade, em Anápolis. Segundo informações da Polícia Civil (PC), ele saía de uma farmácia no Setor São Carlos I, onde trabalhava como entregador, quando foi atingido. O condutor, Fernando de Menezes Cordeiro, que estava alcoolizado, foi preso em flagrante e liberado após pagar fiança.

Imagens de câmeras de segurança registraram o momento em a vítima entrava em um veículo Tucson Hyundai, estacionado na porta do estabelecimento. Instantes depois, as filmagens mostram o entregador sendo atingido por uma caminhonete Ford F-250, que seguia desgovernada pela Avenida Brasil. Com a batida, o homem chegou a ser arremessado para dentro da farmácia. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

(Foto: Reprodução/Internet)

No momento da colisão, a esposa de Marlon estava dentro do carro e ficou ferida. Ela foi encaminhada a uma unidade de saúde da região e passa bem. Uma cliente do estabelecimento também foi atingida, mas não teve ferimentos.

O condutor da caminhonete estava visivelmente alcoolizado e foi submetido ao teste de bafômetro, que confirmou a embriaguez. Ele foi preso em flagrante e liberado momentos depois após pagar fiança no valor de R$ 2 mil.

De acordo com a PC, Fernando afirmou que perdeu o controle do veículo depois de ser fechado por um carro. A versão foi confirmada por uma testemunha que estava no local no momento do acidente. O delegado responsável pelo caso, Cleiton Lobo, disse que não poderia manter o motorista preso, já que a colisão teve interferência de terceiro e não dependeu somente do condutor. O homem poderá ser autuado por dirigir sob efeito de álcool.

 Farmácia de luto

Por meio de nota divulgada nas redes sociais, a farmácia em que Marlon trabalhava lamentou o ocorrido e informou que em respeito a vítima, o estabelecimento ficará fechado durante esta segunda-feira (25). “Não temos palavras para expressar os nossos sentimentos. Ele parte deixando-nos muitas lições de amor, amizade, profissionalismo, ética e humanidade”, diz trecho da publicação.