Homem que gastava aposentadoria de idoso com bebida é preso em Inhumas

Os abusos não pararam nem quando um irmão da vítima descobriu a situação e conseguiu uma medida protetiva contra o suspeito

Homem ameaça idoso e usa aposentadoria dele para comprar bebidas alcoólicas em Inhumas
Homem ameaça idoso e usa aposentadoria dele para comprar bebidas alcoólicas em Inhumas (Foto: Divulgação – PC)

A Polícia Civil prendeu, em Inhumas, um homem que há anos explora um idoso que abriu-lhe as portas de casa e cedeu-lhe um espaço para morar. Além de viver às custas do dono da residência, o sujeito (de 47 anos) usou o dinheiro da aposentadoria da vítima para comprar bebidas. A apropriação indevida do dinheiro vinha sempre acompanhada de ameaças.

Um irmão da vítima descobriu o que estava acontecendo e requereu medida protetiva, concedida pela Justiça. Mas o aproveitador desrespeitou a ordem de manter-se afastado do idoso (de 70 anos) e por isso foi detido em prisão preventiva. A intervenção da polícia aconteceu na última terça (14). Entre a vítima e o preso não há relação de parentesco.

“Ele [o investigado] dizia que o idoso não mandava em nada, xingava-o de ‘velho desgraçado’, que ele não aguentava nada por ser velho e coisas nesse sentido”, detalha o delegado do caso, Miguel Mota.

Uso da aposentadoria para comprar bebidas alcoólicas

Muitas vezes, o suspeito enganava o idoso ao dizer que compraria remédios e alimentos, que a vítima precisa. Mas no final das contas, desaparecia com toda a quantia e consumia tudo sozinho em bebidas alcoólicas e outros itens de uso pessoal.

“Ele não tinha acesso ao dinheiro diretamente, era a vítima quem sacava o dinheiro. Mas o suspeito o ameaçava ou dizia para lhe entregar os valores, que ele compraria os remédios que o idoso precisa e comida. Mas acabava gastando tudo em bebidas alcoólicas e deixava a vítima sem alimentos e medicação. Por se tratar de uma pessoa idosa, ele se sentia ameaçado e constrangido, por isso acabava entregando o valores”, explicou o investigador .

O delegado afirma ainda que a vítima passava por necessidades, apesar de nunca ter sido agredido fisicamente. Para que não passasse fome, o idoso recebia ajuda do irmão, que comprava alimentos. Também foi o irmão da vítima quem fez a denúncia na Delegacia, no último dia 10 de novembro, e conseguiu uma medida protetiva para o idoso.

Medida protetiva

Mesmo com a medida protetiva, o homem continuava indo até a casa da vítima para o ameaçar e assim se apropriar da aposentadoria dele. Mas o idoso reagiu e acionou a polícia. Assim, os agentes civis prenderam o homem em uma fazenda na cidade de Inhumas.

Ao todo o suspeito deverá responder pelos crimes invasão de privacidade e ameaça, conforme os artigos 146 e 147 do código penal. Além do crime de ficar na casa de alguém que expressamente mandou a pessoa sair da residência, conforme o artigo 150 do código penal e de se apropriar dos rendimentos de uma pessoa idosa, conforme o artigo 102 do Estatuto do Idoso.

Leia outras notícias no Mais Goiás

Redução de 10 centavos na gasolina ainda não chegou aos consumidores em Goiás

Suspeito de enviar 50 áudios com ameaças à ex-namorada é preso em Trindade

Esbarrão em restaurante motivou homicídio na Vila Borges, em Rio Verde – entenda

Motorista de app decora carro e se veste de Papai Noel na véspera do Natal, em Anápolis

*Larissa Feitosa compõe programa de estágio do Mais Goiás sob supervisão de Hugo Oliveira.