Homem que matou filhos para se vingar de traição da esposa em SP vai a júri

Zootecnista responde por matar os dois filhos, de 3 e 4 anos

Homem que matou filhos para se vingar de traição da esposa em SP vai a júri (Foto: Conselho Nacional de Justiça)
Homem que matou filhos para se vingar de traição da esposa em SP vai a júri (Foto: Conselho Nacional de Justiça)

O zootecnista que matou os dois filhos em São José do Rio Preto (SP) para se vingar de uma suposta traição da esposa vai a júri popular no dia 2 de dezembro. O Ministério Público de São Paulo foi responsável pela acusação de duplo homicídio triplamente qualificado por motivo torpo e emprego de meio cruel, mediante recurso que dificultou a defesa das vítimas. O crime aconteceu em dezembro de 2016 e as crianças tinham 3 e 4 anos.

Em depoimento à polícia no ano do crime, o homem admitiu que cometeu os assassinatos por ciúmes. Na época, imagens do duplo homicídio chegaram à família da esposa por meio do WhatsApp.

Ao detalhar o caso, o zootecnista disse que dopou as crianças antes do crime para que não sentissem nada. Sobre as imagens, ele negou ser o responsável pelo envio.

Homem cortou a garganta das crianças

O crime ocorreu na madrugada de 25 de setembro de 2016, na casa da família. Consta que ele pegou as crianças dormindo no quarto da mãe, as levou para outro cômodo e cortou a garanta delas com uma faca.

Ele tentou se matar com facadas no peito e garganta, em seguida, mas foi salvo por atendimento médico e preso após receber alta. A mulher, quando acordou, foi à rua por ajuda, uma vez que ele desligou o telefone da casa.