Homens que roubaram mais de 30 celulares em evento musical de Goiânia são presos

Autuados confessaram terem vindo de outras localidades somente para praticar o delito; um dos grupos alugou sobrado em Aparecida de Goiânia

Homens que roubaram mais de 30 celulares em evento musical de Goiânia são presos (Foto: Divulgação)
Homens que roubaram mais de 30 celulares em evento musical de Goiânia são presos (Foto: Divulgação)

Policiais militares e guardas civis prenderam, em Goiânia e em Aparecida, sete suspeitos de terem furtado dezenas de aparelhos de telefone celular durante um evento musical que aconteceu no domingo (5), na capital. Os presos, que estavam com 30 smartfones, confessaram terem vindo de outras localidades, exclusivamente para furtar os aparelhos.

A primeira prisão foi efetuada por policiais militares, ainda na noite de ontem, nas proximidades da Rodoviária de Goiânia. Com três homens, que confessaram vieram do Distrito Federal apenas para cometer delitos em um evento realizado perto da Avenida Perimetral Norte, os policiais encontraram 14 celulares, vários deles de última geração, modelo Iphone.

Já na manhã desta segunda-feira (6), equipes da Guarda Civil de Aparecida de Goiânia, após receberem uma denúncia anônima, abordaram três homens e uma mulher que haviam alugado um sobrado na Rua Nice, no Residencial Village Garavelo. Dentro da casa, que fica a poucos metros da sede da Prefeitura de Goiânia, os guardas encontraram 16 aparelhos.

Guardas civis que efetuaram a prisão (Foto: Divulgação)

Guardas civis que efetuaram a prisão (Foto: Divulgação)

Mulheres eram vítimas preferenciais da quadrilha de celulares

Em conversa com os GCMs de Aparecida, os quatro suspeitos presos no Village Garavelo contaram que tinham preferência por furtar celulares de mulheres que, segundo eles, “ficavam mais distraídas”. Os quatro suspeitos, que disseram ter vindo de São Paulo e do Distrito Federal apenas para roubar celulares durante este evento, contaram que muitas das vítimas também “vacilaram”, quando deixaram os aparelhos em cima de mesas e cadeiras, ou na parte externa da bolsa.

Os presos pela PM foram autuados na Central Geral de Flagrantes de Goiânia, e os localizados pela Guarda Civil no 4º Distrito Policial de Aparecida. Nomes e idades deles não foram divulgados, mas a polícia suspeita que eles teriam atuado também em outros eventos que foram realizados neste mesmo local, nas semanas passada, e atrasada.