Idosa morre atropelada por caminhonete ao descer de ônibus na GO-462

Rita de Souza estava acompanhada da filha e da bisneta no momento do acidente; ela foi atropelada enquanto tentava atravessar a rodovia

Idosa havia acabado de descer do ônibus quando a caminhonete a atropelou, na GO 462 (Foto: Divulgação / Dict)
Idosa havia acabado de descer do ônibus quando a caminhonete a atropelou, na GO 462 (Foto: Divulgação / Dict)

Uma idosa de 73 anos morreu, na noite desta quarta-feira (25), após ser atropelada por uma caminhonete carregada com melancias, na GO-462, no Setor Orlando de Moraes, em Goiânia. Segundo informações da Delegacia Estadual de Investigação de Crimes de Trânsito (Dict), Rita de Souza Cunha havia acabado de desembarcar de um ônibus quando foi atingida pelo veículo. No momento do acidente, a idosa estava com a filha e com a bisneta, que ficaram ilesas. Outras três pessoas, ocupantes da caminhonete, ficaram feridas e foram socorridas pelos bombeiros.

Rita foi atingida por uma caminhonete Ford Ranger, conduzida por Jhonatan Alves de Souza, de 27 anos. O veículo trafegava no sentido Nova Veneza-Goiânia e era ocupado por outros quatro passageiros. Com o impacto, ele o motorista perdeu o controle do veículo, que saiu da pista e tombou.

(Foto: Divulgação / Dict)

(Foto: Divulgação / Dict)

De acordo com a especializada, Rita não resistiu aos ferimentos e foi a óbito no local. Jhonatan e os outros quatro passageiros da caminhonete ficaram feridos e foram encaminhados ao Hugol. Equipes da Dict voltaram ao trecho na manhã desta quinta-feira (26), onde realizaram perícia. O local  foi fotografado para comprovar se houve frenagem por parte da caminhonete.

(Foto: Divulgação / Dict)

(Foto: Divulgação / Dict)

Em nota enviada ao Mais Goiás, o Hugol informou que apenas uma das vítimas deu entrada no hospital após o acidente. Luziene Alves, passageira da caminhonete, foi atendida pela equipe médica e recebeu alta na manhã desta quinta-feira (26). Não há informações sobre o estado de saúde dos outros ocupantes da Ford Ranger.

*Thaynara da Cunha é integrante do programa de estágio o convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Hugo Oliveira