Idoso acamado é resgatado de casa trancada e sem comida em Trindade

Em um vídeo da PM, é possível ver quando o idoso tenta se levantar. Porém, sem forças, ele apenas implora por um copo de água

A Polícia Militar (PM) resgatou um idoso de 97 anos que estava acamado e trancado dentro de uma casa, na cidade de Trindade. O salvamento aconteceu no domingo (27), depois que vizinhos ouviram pedidos de socorro. O homem tinha apenas bolachas de água e sal para se alimentar. A Polícia Civil investiga o caso, mas ainda não encontrou nenhum familiar do homem.
Idoso acamado é resgatado de casa trancada e sem comida em Trindade (Foto: Polícia Militar)

A Polícia Militar (PM) resgatou um idoso de 97 anos que estava acamado e trancado dentro de uma casa, na cidade de Trindade. O salvamento aconteceu no domingo (27), depois que vizinhos ouviram pedidos de socorro. O homem tinha apenas bolachas de água e sal para se alimentar. A Polícia Civil investiga o caso, mas ainda não encontrou nenhum familiar do homem.

O momento do resgate foi registrado pelos militares. Um dos PMs precisou arrombar a porta para entrar na casa. Nas imagens, é possível ver quando o idoso tenta se levantar. Porém, sem forças, ele apenas estende a mão e implora por um copo de água.

Trancado em casa de Trindade, idoso tinha apenas bolachas para se alimentar

Dentro da casa, os policiais encontraram apenas alguns pacotes de bolacha de água e sal e água. Um vizinho que entrou no local junto com os militares, disse que os familiares do idoso saíram para comemorar o feriado prolongado de carnaval e deixaram o idoso sozinho. As bolachas serviriam para a alimentação do homem.

Até o momento desta publicação, os agentes civis ainda não haviam localizado a família do idoso. Por conta disso, ainda não é possível confirmar a especulação do vizinho ou mesmo mensurar quantos dias o homem ficou abandonado.

PMs precisaram arrombar porta para resgatar idoso (Foto: Polícia Militar)

A Polícia Militar informou que uma vizinha se ofereceu para cuidar do idoso até a família aparecer.

O artigo 98 do Estatuto do Idoso criminaliza a conduta de abandonar idosos ou não promover suas necessidades básicas. Se o responsável pelo homem for localizado e sua ação for condenada, a pessoa pode cumprir pena de 6 meses a 3 anos de prisão, além de multa.