Idoso de 62 anos é vítima de latrocínio em Anápolis, diz Polícia Civil 

Suposto autor teria passado a madrugada ingerindo bebidas alcoólicas e fugiu levando a moto, celular e a carteira do idoso

Eli Ferreira de Souza, tinha 62 anos e alugava imóveis (Foto: Reprodução)
Eli Ferreira de Souza, tinha 62 anos e alugava imóveis (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil iniciou investigações para elucidar o latrocínio (roubo seguido de morte) praticado contra o senhor Eli Ferreira de Souza, de 62 anos. Segundo o Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), o suposto autor fugiu levando a moto, celular e a carteira da vítima. O corpo do idoso foi encontrado com sinais de violência e golpes de faca na tarde de domingo (27), no bairro JK Nova Capital, em Anápolis.

Segundo familiares, o idoso alugava pequenos imóveis (barracos) na região e teria passado a madrugada consumindo bebidas alcoólicas com um suposto inquilino. Após várias horas sem contato com a vítima, parentes arrombaram uma porta e encontraram Eli morto.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi ao local, mas apenas constatou o óbito da vítima. A motivação e autoria ainda são desconhecidas e a polícia analisa imagens de câmeras de segurança para a possível identificação do suspeito.

Em conversa com o Mais Anápolis, o delegado Wlisses Valentim disse que o idoso tinha costume de receber visitas no local. Pelo fato de bens da vítima terem sido subtraídos, as investigações contam com o apoio do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri).

Instituto Médico Legal (IML) fez a remoção do corpo (Foto: Anápolis Notícias)

Instituto Médico Legal (IML) fez a remoção do corpo (Foto: Anápolis Notícias)