Igreja Universal denuncia pastor suspeito de embolsar R$ 30 mi da instituição

De acordo com a denúncia, o pastor foi responsável pela construção do Tempo de Salomão, em São Paulo

Igreja Universal
Igreja Universal denuncia pastor suspeito de embolsar R$ 30 mi da instituição (Foto ilustrativa: reprodução)

A Igreja Universal do Reino de Deus denunciou um pastor suspeito de desviar R$ 30 milhões da instituição. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil do Distrito Federal.

De acordo com a direção da igreja, o pastor também é arquiteto e foi um dos responsáveis pela construção do Tempo de Salomão, que fica em São Paulo. Ele é um antigo morador de Ceilândia.

Igreja Universal denuncia que pastor lavava dinheiro em outro país

Ainda de acordo com a denúncia realizada pelos advogados da igreja, o arquiteto e pastor teria direcionado alguns contratos para uma construtora de Portugal. Defensores afirmam que o homem estaria levando dinheiro no país europeu.

Após constatar as irregularidades, a igreja tentou contato com o pastor, mas não teve sucesso. Logo em seguida, foi descoberto que o homem fugiu e que, até o momento, não há informações sobre o seu paradeiro.

A PC decidiu não divulgar o nome do suspeito para não atrapalhar as investigações.

Pastor também era responsável pela construção de nova sede da igreja no DF

O pastor também era responsável pela construção da nova sede da igreja em Taguatinga. A obra abrange um espaço de 52 mil metros quadrados, que fica às margens do Pistão Sul, e terá capacidade de receber 5 mil pessoas.

A obra tem traços faraônicos e contará com heliponto, elevador privativo, espelho d’água, arborização, três andares de garagem subterrânea, vista libre par ao céu e até uma esteira para carregar o dízimo dos fiéis para um cofre.

*Com informações da Coluna Na Mira, do Jornal Metrópoles