FolhaPress

Incêndio atinge ala de pacientes com Covid em hospital de Aracajú

Segundo informações, 50 pacientes foram retirados às pressas do local

Segundo informações, 50 pacientes foram retirados às pressas do local
Segundo informações, 50 pacientes foram retirados às pressas do local (Foto: divulgação/ Magna Santana)

Um incêndio no Hospital Doutor Nestor Piva, em Aracaju (SE), causou pânico nesta sexta-feira (28) e levou e as autoridades a remover às pressas cerca de 50 pacientes de Covid-19 do local. Segundo a Defesa Civil de Sergipe, o incêndio começou ainda no início da manhã e atingiu a ala covid do hospital, de gestão municipal, localizado na zona norte de Aracaju.

Ainda não se sabe o que causou o incêndio, mas sabe-se que ele começou por volta das 6h30 e rapidamente a fumaça se alastrou pelo local. Segundo relato de funcionários, a principal suspeita é que o fogo tenha começado no sistema de ar condicionado da unidade. Os profissionais, assustados, iniciaram de imediato a retirada dos doentes.

Equipes das defesas civis Estadual e Municipal e Corpo de Bombeiros controlaram o fogo rapidamente. “Contudo, pela grande quantidade de fumaça que se alastrou pelo hospital, foi necessária a remoção de pacientes com o apoio do Samu”, alegou a Defesa Civil.

Uma operação foi montada para transferir os pacientes para unidades com vagas na capital sergipana. O Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) deslocou quase todo seu efetivo para ajudar nas remoções.

A unidade atende urgência e emergência pelo SUS (Sistema Único de Saúde) e, por causa da alta no número de casos, estava praticamente lotada.

Segundo apurou o UOL, essa ala foi uma ampliação do atendimento para pacientes com covid-19 em anexo ao hospital e começou a funcionar há cerca de duas semanas.

O prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) já está no local para conferir o estrago. Ainda não há informações sobre feridos com o fogo. Hospitais públicos e particulares da cidade já se dispuseram a ceder vagas para os pacientes que estavam no hospital.

Em nota, a direção do Centro Médico do Trabalhador, responsável pela gestão do Nestor Piva, informou que, “de imediato, às primeiras providências foram tomadas com a remoção dos pacientes internados na unidade.

“Para isso, todo o corpo de funcionários, médicos, auxiliares, seguranças e enfermeiros se empenharam até a chegada dos primeiros socorros. Em poucos minutos, dezenas de ambulâncias do Samu, da Polícia Militar e de instituições privadas já estavam providenciando a remoção dos pacientes para as seguintes unidades hospitalares: HUSE, Hospital de Cirurgia, Hospital Santa Isabel, Hospital da Polícia Militar (HPM) e Jael Patrício”, diz o texto.

Ainda segundo a nota, a situação já está controlada. “O local do incêndio já está sendo periciado e outro local já sendo providenciado com urgência para reabertura do hospital.”

O incêndio agrava ainda mais a situação de atendimento a pacientes covid-19 no estado, que enfrenta lotação máxima de leitos de UTI e até pequena fila de espera por vaga. Até ontem, 5.004 pessoas já haviam morrido pela doença.