Jovem grávida de 7 meses é assassinada a tiros em Anápolis

A jovem foi atingida por cerca de 13 disparos, segundo o laudo cadavérico realizado no Instituto Médico Legal (IML). O bebê dela também morreu.

Bruna Vitória Rabelo Tavares, foi alvejada com 13 disparos de arma de fogo. (Foto: Reprodução)

Bruna Vitória Rabelo Tavares, 19 anos, foi assassinada a tiros no início da madrugada desta segunda-feira (23), na porta de uma distribuidora de bebidas, próximo à Praça Dom Emanuel, no Bairro Jundiaí, em Anápolis. A jovem estava grávida de 7 meses. A motivação e autoria ainda são desconhecidas pela Polícia Civil.

Testemunhas relataram para a Polícia Militar, que a jovem estava na calçada do estabelecimento quando dois indivíduos surgiram em uma motocicleta e efetuaram vários disparos de arma de fogo.

Após o crime os suspeitos fugiram. O óbito confirmado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). O bebê dela também morreu.

Wllisses Valentim, delegado Titular do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) da Polícia Civil contou ao Mais Goiás que Bruna era “usuária de drogas e frequentava a praça com andarilhos.”

Segundo o laudo cadavérico realizado no Instituto Médico Legal (IML), a mulher atingida por de 13 disparos de arma de fogo. Durante a perícia realizada pela Polícia Técnico Científica, dinheiro e porções de substância análoga a cocaína foram encontrados com a jovem.

O titular do GIH, reforçou que a Polícia Civil já iniciou as investigações sobre o ocorrido.