Marlone se diz em adaptação no Vila Nova e se coloca à disposição da comissão técnica para ajudar o clube

Marlone não entra em campo em campo desde outubro de 2021

Marlone durante atividade no Vila Nova
Marlone durante atividade no Vila Nova. Foto: Fernando Brito - Vila Nova

O meia Marlone foi contratado na última semana pelo Vila Nova para ser um dos experientes no meio de campo colorado na Série B. Aos 30 anos, o jogador chega para também reencontrar o seu futebol, já que não jogo desde outubro de 2021. Sem jogar há 8 meses, o atleta frisou que está em processo de readaptação, mas que está disposto a ajudar o clube no que precisarem.

“Eu tenho conversado com o staff, porque temos um controle na carga de treino, já que eu estava sem clube. Estou na fase de adaptação de treinos. Agora é saber respeitar os processos, ir adquirindo o ritmo de jogo aos poucos para logo ter condições de ajudar o Vila dentro das minhas características”, disse.

Marlone também comentou o porquê de ter ficado tanto tempo sem atuar, mas que está feliz pela oportunidade dada no Vila Nova. “Estava esperando algo para fora, já tinha algo concreto, mas o futebol tem disso de estar próximo de dar certo e mudar. Também foquei em dar atenção na família, mas também estava treinando em casa. Tive uma conversa franca com a diretoria, que me colocou as condições do clube. Para mim é uma gratidão, um momento feliz, estou empolgado, espero poder dar uma resposta dentro de campo”, comentou o meia.

No Vila Nova, Marlone também se colocou à disposição de ajudar o clube a sair da Zona de Rebaixamento. O meia também destacou que caso seja solicitado, ele poderá exercer outras funções, porém ele chega para disputar a posição como meia armador do clube.

“Eu fiz a função de segundo volante na Coreia, criando as jogadas de trás, mas minha posição de origem é criando mais perto do gol. O professor tem falado comigo e tenho especificado onde gosto de jogar, mais perto do gol. Mas se surgir algumas situações do jogo, também estarei disposto a fazer essa função”, completou.