Marvel lança revista com heroína gay, latina e negra

A Miss América acaba de ganhar uma série própria que promete criticar o governo Trump

A personagem America Chavez existe no Multiverso Marvel desde 2011 no papel de Miss América, heroína do baixo escalão da editora. Porém, desde 2015, a Marvel vem dando maior destaque para suas heroínas, colocando inclusive a Capitã Marvel, que vai ganhar filme, no mais alto patamar da editora.

Agora, a Marvel acabou de divulgar a capa da primeira edição da série solo America, estrelada por Chavez, e com capa inspirada em Lemonade, da Beyoncé. A série solo marca também o primeiro destaque para a vida pessoal da personagem que é negra, latina e homossexual e passa a fazer parte do primeiro escalão da editora.

Se você quiser interpretar todo esse timing como uma critica ao atual governo dos EUA, você está certo. A arte é de Joe Quinones e a série será escrita pela roteirista Gabby Rivera. A primeira edição deve chegar às bancas americanas em março.

Na capa, além de America, é possível ver a Capitã Marvel à sua direita e Espectro à sua esquerda. Até agora, Chavez não tinha tido tanto destaque na mídia nem nas revistas. De 2011 pra cá, ela passou por diversas publicações de equipe da Marvel, como Os SupremosJovens Vingadores.

Entre seus poderes estão super força, super velocidade, invulnerabilidade, capacidade de voar e de se deslocar livremente pelas várias dimensões do Multiverso.

Capa de America #1, por Joe Quinones