Maternidade Oeste será usada para tratamento de infectados pelo coronavírus

Iris participou de teleconferência com o presidente Bolsonaro para discutir o assunto

A Maternidade Oeste Célia Câmara, no conjunto Vera Cruz, em Goiânia, está com obras praticamente finalizadas. A inauguração estava prevista para ocorrer até o início de maio. No entanto, inicialmente, o local será destinado para receber pacientes infectados pelo coronavírus. Até o momento, nove casos da doença foram registrados na cidade.

O anúncio foi feito neste domingo (22), depois reunião – por teleconferência – entre o prefeito Iris Rezende, o presidente da República, Jair Bolsonaro, o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, e a Frente Nacional dos Prefeitos, cuja pauta foi a adoção de medidas para enfrentar a pandemia de coronavírus no país.

De acordo com o prefeito Iris Rezende, serão colocados à disposição da população 186 leitos de UTI para o devido tratamento aos pacientes que efetivamente necessitem.

“Nosso objetivo é instalar 186 novos leitos de UTI no local e garantir o atendimento devido e isolado. Para agilizar o processo de adequação, pedimos que o Governo Federal nos auxilie com envio de equipamentos para UTI. De cá, nosso trabalho continua firme e incessante”, afirmou Iris, por meio de nota enviada pela assessoria de imprensa da prefeitura.

A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) propõe a instalação imediata de um Comitê Interfederativo de gestão de crise, para gerir a crise instalada pela pandemia do coronavírus no país. Segundo os prefeitos, há dois comitês, mas sido capazes de articular as ações.

Também foi solicitado apoio aos municípios com disponibilização de recursos e que a sua distribuição leve em consideração a prevalência do número de pacientes infectados e a estrutura médico hospitalar disponível nos municípios.