Médicas são indiciadas por homicídio após surto infeccioso em pacientes de hemodiálise em Goiânia

Um idoso, de 84 anos, não resistiu ao tratamento supostamente supervisionado pelas profissionais. Ao todo 35 pessoas passaram mal após sessão de hemodiálise

Médicas são indiciadas por homicídio após surto infeccioso que atingiu 35 pacientes em hemodiálise
Médicas são indiciadas por homicídio após surto infeccioso que atingiu 35 pacientes em hemodiálise (Foto: ilustração - Agência Senado)

Duas médicas que atuam em Goiânia foram indiciadas por homicídio culposo após a morte de um paciente de hemodiálise. De acordo com as investigações, idoso de 84 anos foi a única vítima fatal de um surto infeccioso ocorrido sob supervisão das investigadas na clínica em que realizavam atendimentos. Ao todo 35 pessoas passaram mal enquanto realizavam o procedimento de hemodiálise.

Nomes das profissionais e da clínica não foram divulgados. Identidade da vítima fatal também foi preservada.

O assunto será abordado pelo delegado Manoel Borges em coletiva de imprensa programada para a manhã desta quarta-feira (1°/12).

Esta matéria será atualizada!