Médico é flagrado jogando paciência em hospital de São Paulo

Pacientes esperavam atendimento a mais de uma hora. Prefeitura solicitou afastamento do profissional

Médico é flagrado jogando paciência em hospital de São Paulo
Médico é flagrado jogando paciência em hospital de São Paulo (Foto: Reprodução - Redes sociais)

Um médico foi flagrado jogando paciência no computador na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ilha Comprida, no litoral de São Paulo, enquanto os pacientes aguardavam por mais de uma hora para serem atendidos. A prefeitura afastou o funcionário.

O autônomo Roberto Forge, de 45 anos, disse em reportagem do G1, ter ido à UPA, no último sábado (25), acompanhar a esposa que sofria uma crise de cálculo renal e suspeita de cálculo na vesícula. Segundo relato, outros 10 pacientes aguardavam consulta.

Após uma hora de espera, o homem foi pedir informações sobre o motivo da demora e flagrou o clínico geral, que estava de plantão, jogando ‘paciência’ no computador, dentro do consultório.

Questionado pelo homem, o médico disse que estava vendo ficha de pacientes. Além disso, ele teria culpado as enfermeiras da unidade que não teriam avisado que pacientes aguardavam atendimento.

Após as reclamações, em 15 minutos todos foram atendidos e não havia mais fila na unidade.

Prefeitura pediu afastamento do médico

A Prefeitura de Ilha Comprida informou que o médico plantonista presta serviço à saúde do município por intermédio de empresa contratada. “Em razão da reclamação, o município solicitou à empresa o afastamento do médico do quadro até a apuração das circunstâncias”.

A administração municipal afirma que já foi constatado que o fato não teve desdobramentos que pudessem colocar em risco a vida dos pacientes.