Meirelles descarta ser candidato a vice-presidente de Lula em 2022

Ex-ministro rebate, assim, rumores de que haja aproximação com o ex-presidente Lula (PT) em prol de formação de chapa para 2022

Meirelles diz aos goianos que optou por trabalhar em
Meirelles diz aos goianos que optou por trabalhar em "plano econômico para o País" (Fabio Rodrigues Pozzebom - Agência Brasil)

O secretário de Economia de São Paulo, Henrique Meirelles (PSD), descarta ser candidato a vice-presidente e insiste que quer lutar pela vaga de senador que será posta em disputa em Goiás. “Eu não considero essa possibilidade. Considero que é o momento de disputar o cargo de senador”, diz quando pergunto se sairia em chapa nacional.

“Do ponto de vista de ser candidato a vice-presidente, já houve várias possibilidades, em 2010 e 2014. Por razões diversas, inclusive minhas, não foi esse o caminho e acredito que não seja o caminho agora. Meu caminho é o senado”, taxou em entrevista ao Hoje.

Henrique Meirelles rebate, assim, rumores de que haja aproximação com o ex-presidente Lula (PT) em prol de formação de chapa para 2022.

O PSD goiano pleiteia a vaga do Senado junto à base do governador Ronaldo Caiado (DEM). Bastidores apontam que essa chapa tem grandes chances de ocorrer.

Meirelles e a eleição para senador

No entanto, há outros players de grande relevo que querem a única vaga ao Senado no ano que vem. Entre eles o Republicanos na figura do deputado federal João Campos, que tem bom trânsito com o governo federal e base eleitoral evangélica.

Além disso, o senador Luiz do Carmo (MDB) também seria “obrigado” a buscar outra rota. Ele é irmão de Eurípedes do Carmo, líder do PSC, também com base entre evnagélicos.

Delegado Waldir (PSL) é outro que pleiteia a vaga ao Senado na base governista, ja que o PSL e o DEM devem se fundir para a formação da União Brasil. O deputado federal se coloca como candidato a senador.