Meirelles descarta ser candidato a vice-presidente de Lula em 2022

Ex-ministro rebate, assim, rumores de que haja aproximação com o ex-presidente Lula (PT) em prol de formação de chapa para 2022

Ex-ministro Henrique Meirelles faz gesticula - ele critica intensão do governo federal de parcelar dívida de precatórios
Meirelles descarta ser candidato a vice-presidente e insiste para Senado goiano (Fabio Rodrigues Pozzebom - Agência Brasil)

O secretário de Economia de São Paulo, Henrique Meirelles (PSD), descarta ser candidato a vice-presidente e insiste que quer lutar pela vaga de senador que será posta em disputa em Goiás. “Eu não considero essa possibilidade. Considero que é o momento de disputar o cargo de senador”, diz quando pergunto se sairia em chapa nacional.

“Do ponto de vista de ser candidato a vice-presidente, já houve várias possibilidades, em 2010 e 2014. Por razões diversas, inclusive minhas, não foi esse o caminho e acredito que não seja o caminho agora. Meu caminho é o senado”, taxou em entrevista ao Hoje.

Henrique Meirelles rebate, assim, rumores de que haja aproximação com o ex-presidente Lula (PT) em prol de formação de chapa para 2022.

O PSD goiano pleiteia a vaga do Senado junto à base do governador Ronaldo Caiado (DEM). Bastidores apontam que essa chapa tem grandes chances de ocorrer.

Meirelles e a eleição para senador

No entanto, há outros players de grande relevo que querem a única vaga ao Senado no ano que vem. Entre eles o Republicanos na figura do deputado federal João Campos, que tem bom trânsito com o governo federal e base eleitoral evangélica.

Além disso, o senador Luiz do Carmo (MDB) também seria “obrigado” a buscar outra rota. Ele é irmão de Eurípedes do Carmo, líder do PSC, também com base entre evnagélicos.

Delegado Waldir (PSL) é outro que pleiteia a vaga ao Senado na base governista, ja que o PSL e o DEM devem se fundir para a formação da União Brasil. O deputado federal se coloca como candidato a senador.