Menino que engoliu uma bateria já está em casa, em Anápolis

A criança ficou internada por quase 20 dias no Hecad

Família do menino que engoliu bateria
A família está aliviada com a alta hospitalar. (Foto: Arquivo Pessoal)

A família do menino de 3 anos que engoliu uma bateria, em Anápolis, já respira aliviada, pois a criança recebeu alta hospitalar na noite dessa segunda-feira (20) e já está em casa. Segundo o pai do menino, Maurício Alves, os médicos retiraram todas as restrições alimentares e a criança deve retornar ao Hospital da Criança e do Adolescente (Hecad), no próximo mês para acompanhamento médico.

À reportagem, o pai do menino, Maurício Alves, disse que toda a família está aliviada e que o menino ‘nasceu de novo’. “Ele estava com saudade das irmãs e ansioso para voltar para casa”, conta alegre o pai. “Foram dias angustiantes saber que o meu filho estava internado”, relembra Maurício.

Após a cirurgia, a criança ficou internada 10 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e oito dias na enfermaria, pois estava sendo alimentado por via de acesso.

Relembre o caso

A criança estava internada no Hecad, desde o dia 3 de maio, após passar mais de 30 horas com o objeto preso no esôfago. Assim que o objeto foi retirado, o menino precisou ficar internado, pois a bateria já estava se decompondo no organismo da criança.

Segundo o pai do menino, assim que a criança engoliu o objeto, o levaram para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Pediátrica de Anápolis e logo foi transferido para a capital. Foi encaminhado para fazer o exame de endoscopia em dois hospitais estaduais, porém com o início da decomposição do objeto, foi necessária uma cirurgia.