Estadao Conteúdo

Ministro do Meio Ambiente quer mercado de carbono mais livre para desenvolvimento

"Nós tínhamos uma expectativa de que houvesse um acordo entre os países acerca da regulamentação do artigo 6º do Acordo de Paris, que é o que dá tangibilidade ao mercado e carbono", disse

Ministro do Meio Ambiente quer mercado de carbono mais livre para desenvolvimento
O ministro disse que é importante sua pasta caminhar junto com a da Agricultura e ressaltou a importância do projeto, tramitando no Congresso, sobre pagamento para serviços ambientais

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, lamentou não ter conseguido um acordo em relação ao mercado de carbono na conferência internacional do meio ambiente COP 25, realizado em Madri, na Espanha, nesse mês. “Nós tínhamos uma expectativa de que houvesse um acordo entre os países acerca da regulamentação do artigo 6º do Acordo de Paris, que é o que dá tangibilidade ao mercado e carbono”, disse.

Segundo ele, não houve acordo “graças a uma visão muito protecionista desse mercado, de potenciais tomadores”.

Para ele, é preciso um mercado mais livre para que haja desenvolvimento.

O ministro disse que é importante sua pasta caminhar junto com a da Agricultura e ressaltou a importância do projeto, tramitando no Congresso, sobre pagamento para serviços ambientais.