Motociclista morre e passageira fica ferida após colidirem contra muro em Goiânia

Acidente aconteceu na madrugada deste sábado (25), no Jardim América

O motociclista Rodrigo Neves de Souza, de 38 anos, morreu após perder o controle da direção e colidir contra o muro de uma padaria, em Goiânia. De acordo com a Delegacia de Crimes de Trânsito (Dict), a passageira da moto, de 31 anos, ficou gravemente ferida. O acidente aconteceu na manhã deste sábado (25), no Jardim América.
Motociclista morre e passageira fica ferida após colidirem contra muro em Goiânia (Foto: Divulgação – PC)

O motociclista Rodrigo Neves de Souza, de 38 anos, morreu após perder o controle da direção e colidir contra o muro de uma padaria, em Goiânia. De acordo com a Delegacia de Crimes de Trânsito (Dict), a passageira da moto, de 31 anos, ficou gravemente ferida. O acidente aconteceu na madrugada deste sábado (25), no Jardim América.

Segundo os policiais, testemunhas e vestígios obtidos no local indicam que Rodrigo conduzia a motocicleta pela rua C-159, por volta das 03h50 quando ocorreu o acidente. Ele transportava a mulher como passageira, mas não se sabe ainda se os dois se conheciam ou qual era a proximidade deles.

As vítimas seguiam em direção à Avenida T-9, quando, em frente a Panificadora Appettit, o condutor perdeu o controle da direção do veículo, por motivos ainda desconhecidos. Ele derivou para a direita, subiu na calçada e chocou contra a parede da área externa do estabelecimento.

Acidente aconteceu na madrugada deste sábado (25), no Jardim América

Acidente aconteceu na madrugada deste sábado (25), no Jardim América (Foto: Divulgação – PC)

O homem teve seu óbito constatado no local pela equipe do Corpo de Bombeiros. Já a passageira, sobreviveu e foi encaminhada ao Hospital de Urgências com lesões graves.

A Polícia Técnico Científica realizou perícia no local. Além disso, será instaurado Inquérito Policial na Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito para apuração dos fatos. Até o momento da publicação desta reportagem, a corporação não detalhou se o motociclista usava ou não capacete.

Vale lembrar que, a cada quatro dias morre um motociclista no trânsito de Goiânia. A estimativa é baseada em dados divulgados pela Polícia Civil, que revelaram que até o dia 2 de maio, a capital registrou 45 mortes no trânsito; entre as vítimas fatais, 30 são de pessoas que dirigiam motos, ou que ocupavam o banco do passageiro delas.