Motorista arrasta cachorro em estrada de terra em Jaraguá e culpa cheiro do animal

Dono do animal afirmar que não teve a intenção de machucar ou maltratar o cão

Motorista que arrastou cão em uma estrada de terra é preso em Jaraguá (Foto: Reprodução/Vídeo)
Motorista que arrastou cão em uma estrada de terra é preso em Jaraguá (Foto: Reprodução/Vídeo)

Um vídeo que mostra um cachorro a ser arrastado por um carro em uma estrada de terra em Jaraguá chegou ao conhecimento da Polícia Civil, que abriu inquérito para investigar o crime de maus-tratos. O proprietário do animal se apresentou a polícia, mas foi liberado. O cão estava atrelado ao engate do veículo. A estrada em que o episódio aconteceu fica a cerca de 127 km de Goiânia.

“Ele [o motorista] se apresentou espontaneamente com seu advogado e, no interrogatório, disse que estava confraternizando em uma casa perto da sua, cerca de 200 metros de distância, quando resolveu ir embora sozinho e amarrou o cão ao engate”, relata o delegado Glênio Costa. A confraternização aconteceu no último domingo (21).

Proprietário do animal foi ouvido e liberado

O dono do animal teve seu depoimento colhido e foi liberado pois, segundo o delegado, não houve situação de flagrante quando o homem foi á delegacia.

O homem afirmou que não teve intenção de machucar ou maltratar o cachorro, e que quis apenas evitar que o cão malcheiroso e com enfermidades entrasse no veículo. “Ele disse que o cão apresentava cheiro ruim oriundo de uma fuga que aconteceu dias atrás, em que ficou 20 dias sumido, e que, quando voltou, estava cheio de doenças e estava em tratamento”, relata Glênio.

Cachorro não se feriu

Um motorista que estava atrás do veículo e registrou o ocorrido, buzinou para alertar que o cachorro havia se soltado. Segundo o delegado, o dono do cachorro desceu do veículo e prestou atendimento ao animal. Apesar de ter sido arrastado, o animal não ficou ferido e continua sob a guarda do dono.

As investigações sobre o ocorrido continuam. Caso seja configurado crime, o homem responderá por maus-tratos a animais, com pena de dois a cinco anos de prisão. Além disso, o acusado por ser multado e proibido de continuar com a guarda do animal.

Leia outras notícias no Mais Goiás

Polícia resgata cães vítimas de maus-tratos no Parque Atheneu, em Goiânia

Policiais pulam muro para resgatar pitbull abandonado e com fome há 30 dias, em Formosa

Homem espanca o próprio cachorro até a morte em Jataí

*Jeice Oliveira compõe programa de estágio do Mais Goiás sob supervisão de Alexandre Bittencourt