Agência O Globo

Motorista bate recorde mundial de embriaguez após dirigir bêbado na Argentina

O motorista tinha 5,5 gramas de álcool no organismo

Motorista bate recorde mundial de embriaguez após dirigir bêbado na Argentina
Foto: Reprodução - Redes sociais

Com 5,5 gramas de álcool no organismo, um motorista argentino estabeleceu um novo recorde mundial de embriaguez. O homem, que não teve o nome divulgado, bateu em um poste na madrugada da última sexta-feira. A colisão aconteceu em uma avenida de Necochea, província de Buenos Aires, mas não deixou feridos.

De acordo com seguranças de trânsito, o carro, um Nissan Tida, ficou com a frente toda destruída. Já o homem, depois de passar pelo teste do bafômetro, estava com 11 vezes a quantidade de álcool permitida para a direção.

Até então, o maior registro no país havia sido de 3,23 gramas na cidade de Santa Cruz, há dois anos. A nível mundial, um espanhol atingiu em 2016 a marca de 4,75 gramas de álcool por litro de sangue, enquanto conduzia pela cidade francesa de Libourne.

De acordo com especialistas, quando o nível de álcool no sangue supera 3 gramas, a pessoa está próxima de entrar em coma alcoólico. O que os surpreendeu foi o motorista ter conseguido conduzir o carro sem dormi ou desmaiar no volante.

Lei Seca na Argentina

Atualmente, a legislação no país prevê limite de até 0,5 gramas por litro de sangue aos motoristas. Contudo, cidades como Buenos Aires, Córdoba e Entre Rios têm tolerância zero.

A quantidade de álcool também varia em relação ao veículo. No caso de motocicletas, por exemplo, a quantidade permitida é de 0,2 gramas por litro. Quem for pego dirigindo acima do permitido tem o carro apreendido e pode ser preso. A pena varia de acordo com a cidade na qual o motorista tiver cometido o crime.

(Do Extra)