Motorista do Conselho Tutelar de Itajá é preso por embriaguez no expediente

João Freitas Campos, de 57 anos, foi flagrado em um bar no município de Serranópolis, enquanto aguardava uma conselheira

Motorista do Conselho Tutelar de Itajá é preso por embriaguez durante expediente
João Freitas Campos, de 57 anos, foi flagrado em um bar no município de Serranópolis, enquanto aguardava uma conselheira e a mãe de um adolescente para atendimento de uma ocorrência

Um motorista do Conselho Tutelar de Itajá, no Sul do Estado, foi preso por dirigir embriagado durante o expediente de trabalho, na última quarta-feira (22). João Freitas Campos, de 57 anos, foi flagrado em um bar no município de Serranópolis, enquanto aguardava uma conselheira e a mãe de um adolescente para atendimento de uma ocorrência na cidade. Ele pagou fiança e foi liberado.

Segundo informações da Polícia Civil, o motorista confessou que havia bebido oito doses de conhaque. Um laudo do Hospital Municipal de Serranópolis atestou a embriaguez, já que o homem apresentava fala alterada, dificuldade de equilíbrio e dispersão.

A reportagem entrou em contato com o Conselho Tutelar do município, o qual informou que não está autorizado a falar sobre as medidas aplicadas. Eles não informaram se motorista continua no emprego ou foi desligado do cargo.