Motorista que dirigiu bêbado e causou acidente é denunciado por homicídio e lesão corporal

O acidente aconteceu em Cocalzinho de Goiás, entorno de Brasília;

bebida - embriaguez - motorista - denúncia

O motorista Francisco Chagas Ribeiro do Nascimento foi denunciado pelo homicídio de Eugênio de Oliveira e por lesão corporal de Maria Dionízia Souza de Oliveira. Os delitos são consequência do acidente de trânsito que aconteceu em Cocalzinho de Goiás, em dezembro de 2017. O município fica no entorno de Brasília. Francisco estava embriagado e a denúncia foi oferecida pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO).

Segundo Eliseu da Silva Belo, promotor de justiça que atua na comarca da cidade, os crimes foram praticados com dolo eventual. Isso significa que a pessoa assume o risco de produzi-los. Francisco fez uma ultrapassagem perigosa e bateu de frente com o carro de Eugênio, que morreu no local. A esposa dele, Maria Dionízia, sofreu graves lesões.

De acordo com informações do MP, inquérito policial apontou que o réu estava em um churrasco em Águas Lindas, onde ingeriu bebidas alcoólicas. O acidente aconteceu antes que ele chegasse em Girassol, distrito de Cocalzinho. Ele dirigia uma S10 e no banco do passeiro estava uma outra pessoa, que também estava embriagada.

Na denúncia oferecida também consta que Francisco dirigia em total descontrole e ziguezagueava pela rodovia. “Quando tentou fazer uma ultrapassagem perigosa e proibida, em trecho de faixa contínua, entrando em contramão de direção, momento em que bateu de frente com um Fiat Pálio que estava em sua mão de direção”, informa o Ministério Público.

 

*Com informações do MP-GO