Motorista sem cinto morre após ser arremessado de carro na BR-158, em Caiapônia (GO)

A PRF acredita que a falta do cinto pode ter sido fator determinante para a morte do motorista

Um motorista de 47 anos morreu após ter sido arremessado para fora da caminhonete que dirigia, por não usar cinto de segurança. O grave acidente aconteceu na madrugada deste domingo (22), após o veículo capotar na BR-158, próximo ao município de Caiapônia, região sudoeste de Goiás.
Motorista sem cinto morre após ser arremessado de carro na BR-158, em Caiapônia (GO) (Foto: Divulgação - PRF)

Um motorista de 47 anos, que não usava cinto de segurança, morreu após ter sido arremessado para fora da caminhonete que dirigia. O grave acidente aconteceu na madrugada deste domingo (22), depois que o veículo capotou na BR-158, próximo ao município de Caiapônia, região Sudoeste de Goiás.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o caso chegou ao conhecimento dos agentes por volta do meio dia, através de motoristas que passavam pela região e perceberam que havia uma caminhonete fora da rodovia, capotada no meio de uma plantação de milho.

A PRF acredita que a falta do cinto pode ter sido fator determinante para a morte do motorista (Foto: Divulgação – PRF)

Pouco tempo depois, uma equipe da Polícia Rodoviária foi até o local e encontrou o veículo no meio de um milharal e o corpo do motorista a cerca de 10 metros da caminhonete e já sem vida.

De acordo com a Polícia Técnico-Científica, o acidente deve ter ocorrido nas primeiras horas de domingo (22). A PRF acredita que a falta do cinto pode ter sido fator determinante para a morte do motorista.

Até o momento, a corporação não soube dizer quais motivos levaram o motorista a perder o controle da direção e, consequentemente, capotar a caminhonete. Imagens registradas pela PRF mostram que o veículo ficou bastante destruído após o acidente, especialmente na parte frontal.

Corpo do motorista estava há cerca de dez metros da caminhonete (Foto: Divulgação - PRF)

Corpo do motorista estava há cerca de dez metros da caminhonete (Foto: Divulgação – PRF)