MP denuncia idoso que matou passageiro de ônibus após briga por luz acesa em Aparecida (GO)

Idoso confessou ter esfaqueado o passageiro por ele se recusar a apagar a luz da poltrona em que estava

Ministério Público denuncia idoso que matou passageiro de ônibus após briga por luz acesa, em Aparecida (GO)
Ministério Público denuncia idoso que matou passageiro de ônibus após briga por luz acesa, em Aparecida (GO) (Foto: Polícia Rodoviária Federal)

O Ministério Público de Goiás (MPGO) denunciou o idoso de 63 anos que matou a facadas Marcos Oliveira Morais, de 52 anos, após uma briga dentro de um ônibus que seguia de Goiás para São Paulo. O crime aconteceu na noite do último dia 7 de março quando o ônibus estava na BR-153 em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital. O idoso conseguiu fugir, mas foi localizado e segue preso por homicídio qualificado desde a data do ocorrido.

Idoso se irritou com a luz da poltrona do passageiro acessa e a esfaqueou

De acordo com a investigação, o suspeito embarcou no ônibus na rodoviária de Anápolis. Testemunhas relataram que o homem já estava alterado no momento em que embarcou. Ao passar pela BR-153 em Aparecida de Goiânia, o motorista apagou as luzes internas do veículo e Marcos acendeu a luz de leitura da poltrona em que estava. Fato que irritou o suspeito que começou ofender a vítima com xingamentos e ordenar que ele apagasse a luz.

Segundo relato de testemunhas, a vítima tentou acalmar o idoso, mas também se irritou quando o suspeito continuou com as ofensas. Marcos, então, foi em direção a poltrona do homem e após discutirem, começaram a brigar. Durante a briga, o idoso se esfaqueou a vítima que morreu dentro do ônibus.

Os passageiros alertaram o motorista de que tinha uma vítima ferida no ônibus e assim que o condutor parou o veículo, o suspeito aproveitou fugir. O homem desceu e jogou a faca em uma região de mata, mas foi localizado e preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e encaminhado para a Polícia Civil.

Suspeito confessou o crime e disse que se arrependeu

Em depoimento, o idoso confessou que atingiu Marcos com uma única facada, alegou que estava bêbado e que andava com a faca para cortar frutas. Disse ainda que se arrependeu de cometer o crime. O homem, que não tinha antecedentes criminais, foi preso pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil. Caso condenado, ele poderá pegar até 20 anos de reclusão.

Leia outras notícias no Mais Goiás

Suspeito de assassinar maquiadora em Anápolis é preso pela Polícia Civil

Homem xinga mãe do colega de trabalho e é esfaqueado, em Ipameri (GO)

Polícia indicia homem que matou amigo e queimou corpo em lote baldio de Valparaíso

*Jeice Oliveira compõe programa de estágio do Mais Goiás sob supervisão de Alexandre Bittencourt