MP denuncia quatro por roubo qualificado ao Carrefour de Anápolis

Crime ocorreu em janeiro deste ano

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) denunciou quatro homens pelo crime de roubo qualificado a uma unidade do supermercado Carrefour do município de Anápolis. Lucas Gonçalves dos Santos, Natan Bruno Santos Ribeiro, Davyson Araújo Pacheco e Genes Alves da Cruz são acusados de roubar o estabelecimento, fazer reféns e usarem de violência e arma de fogo.

O crime ocorreu no dia 26 de janeiro deste ano, por volta das 21h, e os suspeitos foram presos no início de setembro. Segundo a denúncia do MP-GO, os quatro homens entraram acompanhados de uma mulher no Carrefour do Brasil Park Shopping e ficaram escondidos atrás de um dos freezers do local.

A mulher, conforme a denúncia, deixou o supermercado e já na madrugada de 27 de janeiro, quando a maioria dos funcionários já tinha ido embora, Lucas, Natan e Davyson foram até o estoque das mercadorias e abordaram três vítimas: um vigilante e dois funcionários da limpeza. O MP-GO alega que os homens usaram de extrema violência, “dando-lhes coronhadas, e com grave ameaça exercida com o emprego ostensivo de um revólver e uma pistola, além de um alicate e uma chave de fenda”.

Os três teriam levado 130 celulares, totalizando mais de R$ 500 mil, 6 malas e 2 mochilas da loja, enquanto o quarto homem, Genes Alves, os aguardava, do lado de fora, para a fuga.

Ainda de acordo com o MP-GO, eles danificaram um aparelho joystick e duas câmeras de monitoramento, mas o restante do sistema de vigilância continuou funcionando e as imagens foram entregues à Polícia Civil. Logo depois da fuga, as vítimas saíram do estabelecimento e acionaram a Polícia Militar.

Ao serem localizados, Lucas Gonçalves, Natan Bruno e Davyson Araújo confessaram o crime. Natan, que teria sido o mentor do crime, e Davyson já possuem diversas passagens criminais no Distrito Federal, inclusive por outros roubos.