Mulher do DF é presa com documentos falsos para tentar saques do FGTS em Anápolis

Possíveis lucros seriam de aproximadamente 100 mil reais e a suspeita ganharia cerca de 30% dos valores

Suspeita é natural do Distrito Federal (Foto: Reprodução)
Suspeita é natural do Distrito Federal (Foto: Reprodução)

Uma mulher, de 44 anos, natural do Distrito Federal (DF), foi presa pela Polícia Militar enquanto tentava abrir uma conta corrente utilizando documentos falsos em uma agência da Caixa Econômica Federal, em Anápolis.

Segundo a PM, a suspeita tentaria sacar valores do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) de funcionários da União.

A ação aconteceu na tarde de terça-feira (10). O gerente da agência desconfiou da mulher e acionou a PM. No local a corporação descobriu o real objetivo da autora, e comprovou que ela utilizava documentos falsos.

Suspeita teria 30% de lucro no golpe

A reportagem do Mais Anápolis apurou que a mulher teria como finalidade o saque de antecipação do FGTS de funcionários de Empresas Públicas da União.

Os possíveis lucros seriam de aproximadamente 100 mil reais e a suspeita ganharia cerca de 30% dos valores.

A mulher recebeu voz de prisão e foi conduzida à sede da Polícia Federal, em Anápolis. Ela poderá responder por tentativa de estelionato e uso de documento falso.